Magali Moraes e o pastel, o queridinho do dia a dia - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga30/07/2019 | 11h10Atualizada em 30/07/2019 | 15h21

Magali Moraes e o pastel, o queridinho do dia a dia

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e o pastel, o queridinho do dia a dia Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Enquanto escrevo essa coluna, lá nas profundezas do meu aparelho digestivo está um pastel que me proporcionou felicidade. Ele era tudo o que eu quero de um pastel de queijo: sequinho por fora, dourado na medida certa e lotado de queijo bem derretido por dentro. Parece a comida mais simples do mundo, mas tem que saber fazer. É frustrante morder um pastel que deveria estar no ponto e descobrir que parte do queijo não derreteu. Pouco queijo é outro problema. O famoso pastel de vento.  

Adoro tanto essa iguaria que vou dedicar o próximo parágrafo ao pastel de carne. 

Nem só de queijo se vive, né? O recheio de carne é um clássico. Se tiver junto ovo duro picadinho e tempero verde, é de comer revirando os olhos. Pastel de carne agrada crianças e adultos. É lanche a qualquer hora. É o par perfeito da sopa. E se caírem pedacinhos de carne pra fora do pastel, a etiqueta que me perdoe: pega com o dedo e come tudinho. 

Leia mais colunas da Maga

Feira 

Quem resiste a um pastel de feira bem grandão e saboroso? Daqueles de tirar a fome no resto do dia? Pastel é comida de boteco pra dividir com os amigos. É arroz de festa nos aniversários: antes do parabéns a você, alguém vai passar com uma bandeja de pasteizinhos fritos (ou rissoles, que são o primo rico do pastel). Os criativos na cozinha querem inventar novos recheios. Mas, na minha humilde opinião, os imbatíveis são o de carne e o de queijo. É o que se espera de um pastel. Sabor e simplicidade. 

Em Porto Alegre, meu pastel favorito é o de queijo da Dodô. A caminho da praia, eu não resisto a uma paradinha no Maquiné pra comer adivinha? Pastel de carne! Em Rainha do Mar, a dica é o maravilhoso pastel do Silva (aliás, é onde tem o melhor pão da praia). No Petiskos, em Capão da Canoa, também tem um pastel dos deuses. Qual é o seu recheio preferido? Tem algum lugar pra indicar? Se você não gosta de pastel, eu entendo. Se não acha tudo isso, talvez você só não tenha provado o pastel certo.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros