Magali Moraes e a mania de pizza napolitana - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga12/08/2019 | 10h48Atualizada em 12/08/2019 | 10h48

Magali Moraes e a mania de pizza napolitana

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e a mania de pizza napolitana Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

De uns tempos pra cá, você reparou como todo mundo só fala em pizza napolitana? Ela caiu no gosto geral. Dá pra afirmar que virou modinha. Cada vez mais abrem restaurantes especializados nesse estilo de pizza. O nome já entrega sua origem: a receita surgiu em Nápoles, na Itália. É uma tradição que a Unesco transformou em patrimônio cultural imaterial da humanidade. A arte de fazer pizza napolitana é protegida por lei e deve ser mantida exatamente do jeitinho que foi criada. 

Tem que abrir a massa com as mãos, e não com rolo. Precisa dar espaço pro molho de tomate brilhar. O queijo não cobre tudo e são usados menos ingredientes. Você nunca vai achar uma napolitana de estrogonofe com batata palha. Menos é mais, como diz aquela expressão. A pizza tem tamanho individual. Mas o segredo está na fermentação da massa. Ela deve ser feita com antecedência e descansar várias horas até ir ao forno. A temperatura e o tempo de cozimento também são diferenciais.

Leia mais colunas da Maga

Rodízio

Deu pra perceber que pizza napolitana é o contrário do bastantão de rodízio. Seu conceito é artesanal. Hoje em dia, sabe-se lá se o pessoal que está fazendo esse tipo de pizza respeita as regras. Será que usam mesmo farinha e tomate italianos? Li que a certificação da Itália só aceita dois sabores, Marguerita e Marinara. Algumas casas avisam que há um limite de quantidade feita por dia. Acabou, não tem choro. Isso ajuda a criar a imagem de um produto exclusivo.

Bom, eu adoro pizza napolitana, rodízio e a la carte. Qualquer dia é dia de comer pizza. Outra coisa que eu adoro é me torturar. Escolhi esse assunto justo agora que o cardiologista me botou contra a parede. Preciso emagrecer. Depois dos 50, disse ele, o peso ganho fica pra sempre. Desespero. Vontade de sair correndo, sabe? O problema é se eu passar na frente de uma pizzaria e sentir aquele cheirinho delicioso. Essa moda de pizza napolitana faz abrir uma em cada esquina. Como fechar a boca?


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros