Grupo Alma Gaudéria fala sobre experiência de abrir os Festejos Farroupilhas - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Piquetchê02/09/2019 | 07h00Atualizada em 02/09/2019 | 07h00

Grupo Alma Gaudéria fala sobre experiência de abrir os Festejos Farroupilhas

Neste mês, grupo vai fazer 19 shows. Entre eles, um na abertura dos festejos farroupilhas e outro na capital federal

Grupo Alma Gaudéria fala sobre experiência de abrir os Festejos Farroupilhas Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Desde ontem, com o início do mês farroupilha, gaúchos e gaúchas de todas as querências, como dizia o saudoso Nico Fagundes (1934 – 2015), celebram com muito orgulho a cultura do Rio Grande do Sul. Além daqueles que cultivam as tradições, este é um mês pra lá de especial também para os músicos gaudérios, pois, geralmente, é um período de agenda lotada.

Leia mais
Acampamento Farroupilha: entidades intensificam trabalhos no último dia para montagem das estruturas
QUIZ: quem é você na Semana Farroupilha?
Saiba como são confeccionados os trajes tradicionalistas

Neste contexto, uma das ocasiões bastante esperadas é a abertura dos festejos farroupilhas. Neste ano, o evento ocorrerá no próximo sábado, no Acampamento Farroupilha, no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho. Será neste dia o acendimento da tradicional Chama Crioula, que foi gerada em Tenente Portela, no dia 16 de agosto.

No palco, embalando corações de gaúchos, estará o grupo Alma Gaudéria. Neste ano, o grupo reforçou ainda mais sua ligação com as coisas daqui ao lançar, em março, a faixa Voo à Porto Alegre, composta por Eliseu Soares, gaúcho radicada nos Estados Unidos há mais de 20 anos. 

– Abrir os Festejos Farroupilhas é um dos grandes momentos para qualquer grupo gaudério. E acredito que coroa o grande momento do Alma, uma banda que se orgulha de ser gaúcha – afirma Fernando Espíndola, voz solo e violão do grupo. 

Pelo Brasil

Porém, a agenda deles terá outro momento especialíssimo em setembro. No dia 13, o Alma será o único grupo que fará show na festa de 40 anos do CTG Estância Gaúcha do Planalto, um dos mais tradicionais centros de tradições gaúchas de Brasília, e um dos pontos de encontro de gaúchos que moram no Planalto Central.

– Uma das músicas mais tocadas do Alma é Vaneira para o Brasil, e a gente faz isso de fato. Levamos a nossa música para todo o país, é um orgulho tocar no aniversário de 40 anos do Estância Gaúcha do Planalto, que é um dos maiores CTGs do Brasil – comemora Fernando. 

Em tempo: somente em setembro, o Alma tem 19 shows marcados, e rodará cerca de sete mil quilômetros.

– É um mês de muito trabalho, e recompensador – afirma Fernando.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros