Na estreia de "Eu Sou do Samba", saiba qual será o tema-enredo de Bambas da Orgia para o Carnaval 2020 - Notícias

Vers?o mobile

 
 

EU SOU DO SAMBA26/09/2019 | 05h00Atualizada em 26/09/2019 | 05h00

Na estreia de "Eu Sou do Samba", saiba qual será o tema-enredo de Bambas da Orgia para o Carnaval 2020

Colunista Liliane Pereira escreve sobre Carnaval e samba todas as quintas-feiras

Na estreia de "Eu Sou do Samba", saiba qual será o tema-enredo de Bambas da Orgia para o Carnaval 2020 Omar Freitas/Agencia RBS
Liliane Pereira contará as novidades e grandes histórias do Carnaval Foto: Omar Freitas / Agencia RBS
Liliane Pereira
Liliane Pereira

Olá, queridos leitores! A partir de hoje, estaremos juntos todas as quintas. Com a simplicidade e a alegria de quem é oriunda do Carnaval, convido vocês a acompanhar histórias e novidades dessa cultura popular. Se já gosta do assunto, vem comigo, manda tuas sugestões. Se não gosta, peço uma oportunidade de te conquistar com os relatos apaixonantes do mundo carnavalesco.

Leia mais notícias sobre o Carnaval

Nessa primeira coluna, terá início uma série que pretende mostrar os temas-enredos das agremiações de Porto Alegre para o Carnaval 2020. O primeiro é o da mais antiga escola de samba da Capital.

Desfile de Carnaval de Porto Alegre no Porto Seco na madrugada de sexta-feira (15) para sábado (16). Na foto, desfile da escola Bambas da Orgia.
Bambas da Orgia completa 80 anos e contará sua trajetória na Avenida Foto: Diego Lopes / Especial

Bambas da Orgia completa oito décadas em 2020. E é justamente essa história que a Azul e Branco vai contar na Avenida no próximo Carnaval. Com o título: “Eu sou passado, eu sou presente, eu sou futuro. Saudade...Quem é que não tem?”, a Águia contará sua própria trajetória. E quem melhor para falar desse passado, se não um dos seus componentes mais antigos? Quem me ajudou foi Cláudio Vieira. Sócio desde 1950, desfilou pela primeira vez em 1952 tocando pandeiro, quando o evento ainda acontecia na Rua dos Andradas, no Centro. Na ocasião, o grupo carnavalesco, como eram chamadas as escolas na época, tinha apenas 22 componentes.

– Me associei em 20 de agosto de 1950, mas, em 1951, meu pai disse que eu era muito jovem e não me deixou desfilar – relata, aos risos, hoje, com 83 anos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 29/10/2017 - O show chamado Só tem um problema nesse amor reúne a Velha Guarda Musical de Bambas da Orgia e Imperadores do Samba na terça-feira no Teatro Renascença. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Neste encontro entre integrantes das velhas-guardas de Imperadores e Bambas, Cláudio Vieira é o mais à direita na fotoFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Bancário aposentado, Vieira já desempenhou papéis importantes na escola. Na área administrativa, passou por todos os cargos, mas sua maior realização foi chegar à presidência, função que exerceu entre 1991 e 1996. Atualmente, é a voz oficial da Velha Guarda Musical. Entretanto, nesses 69 anos de escola, Vieira é um dos poucos atuais componentes que teve a chance de ver Bambas da Orgia ser campeã do Carnaval pela primeira vez. Foi em 1956. De lá pra cá, foram mais 19 títulos.

– Fomos campeões por cinco vezes consecutivas. Em 1961, íamos receber o anel de Doutor em Carnaval se ganhássemos o título pela sexta vez. Mas, naquele ano, chegou a Praiana e fez um desfile que, não só foi campeão, como mudou a história do Carnaval de Porto Alegre. À época, os desfiles já haviam se mudado para a Avenida Borges de Medeiros – conta Vieira.

Para o presidente Nilton Pereira, o momento singular para a escola e inédito no Carnaval da cidade justifica a escolha do tema:

– Optamos por valorizar a nossa história. Em um cenário como o nosso, é histórico uma escola de samba completar 80 anos participando ativamente do Carnaval.

Sobre as novidades no grupo de trabalho, houve troca no microfone: o intérprete de 2020 é Sandro Ferraz. E o diretor de harmonia musical é Wilson Ney. Os ensaios-show começam em 3 de outubro.

Leia mais
Como será o Carnaval 2020 no Porto Seco, com a parceria de uma produtora de Pelotas
Carnaval do Porto Seco teve prejuízo, mas novo formato foi aprovado

A volta de alguns quesitos no desfile 

Os presidentes das escolas de samba de Porto Alegre decidiram, em assembleia geral, que alegorias e adereços voltam a ser quesito. O critério de avaliação foi excluído no ano passado em função dos problemas enfrentados pelas escolas para a realização dos desfiles. Além disso, as comissões de frente também serão avaliadas com nota no próximo Carnaval.

Agenda

Nesta quinta-feira (26)
- A Restinga faz o primeiro ensaio-show na quadra da escola (Estrada João Antônio da Silveira, 2.355). O evento será marcado pela estreia do casal de mestre-sala e porta-bandeira Leandro (Chuca) e Hélida, e pelo retorno do intérprete Renan Ludwig. Entrada gratuita até as 21h. Após, R$ 5.

Sábado (28)
- A Academia de Samba Puro vai escolher o samba que levará para a Avenida em 2020, na quadra (Rua Mario de Artagão, 13, bairro Partenon), a partir das 19h30min. Entrada gratuita.

Domingo (29)
- Feijoada do departamento social dos Bambas da Orgia na quadra da escola (Rua Voluntários da Pátria, 1.387), às 13h. Ingressos a R$ 25.
- O Bloco Panela do Samba realiza um almoço a partir das 12h, com roda de samba, no Partenon Tênis Clube (Rua Padre Caldas, 21). Valor: R$ 25. Crianças até 12 anos pagam R$ 12.
- Império do Sol faz ensaio técnico na quadra da escola (Rua São Domingos, 427, bairro São Miguel, São Leopoldo) com harmonia geral e musical, grupo-show e bateria, a partir das 16h.
- Bateria e harmonia da Unidos de Vila Isabel fazem ensaio técnico a partir das 16h na quadra (Rua Marcelino Pacheco, 133, bairro Santa Isabel, Viamão). A escola está arrecadando doações de brinquedos para realizar uma festa para as crianças da comunidade. Interessados em ajudar podem entrar em contato pelo telefone (51) 98448-4472.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros