Parada desde 2015, obra de centro de lazer conquista R$ 1,3 milhão para conclusão - Notícias

Vers?o mobile

 
 

CEU da Vila Anair02/09/2019 | 05h00Atualizada em 02/09/2019 | 05h00

Parada desde 2015, obra de centro de lazer conquista R$ 1,3 milhão para conclusão

Prefeitura afirma que trabalhos recomeçarão nesta semana. Espaço é uma das obras públicas inacabadas mostradas em reportagem pelo Diário Gaúcho em maio

Parada desde 2015, obra de centro de lazer conquista R$ 1,3 milhão para conclusão Omar Freitas/Agencia RBS
CEU terá capacidade para atender até 3 mil pessoas Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Uma obra parada desde 2015, em Cachoeirinha, está com recursos garantidos para recomeçar. A prefeitura conseguiu na semana passada a liberação de R$ 1,3 milhão do Ministério da Cultura para a finalização do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), que fica na Vila Anair. O espaço é uma das 20 obras públicas inacabadas mostradas em reportagem do Diário Gaúcho em maio. 

Leia mais
De creches a postos de saúde: 20 obras públicas que já consumiram R$ 15 milhões e estão paradas na Região Metropolitana
Obras públicas inacabadas afetam cerca de 39 mil moradores de comunidades vizinhas
Centro de Artes e Esportes da Restinga será inaugurado nesta segunda-feira

O local, com capacidade para atender 3 mil pessoas, está 52% concluído. Os trabalhos devem ser retomados nesta semana, com previsão de conclusão até junho de 2020. Em maio, a prefeitura informou que já haviam sido investidos R$ 600 mil. Em agosto, o valor foi atualizado para R$ 836 mil. 

Para concluir a obra, é necessário terminar as edificações, cercar a área, executar a acessibilidade e a hidráulica, além de consertar o que foi depredado – houve furto de forro, tubos e conexões.  

Equipamentos 

De acordo com o vice-prefeito, Maurício Medeiros, os recursos serão usados também para a compra de equipamentos, como computadores, ar-condicionado e material para biblioteca. O espaço contará ainda com um Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

Leia mais
Como evitar que obras públicas fiquem inacabadas

Em 2018, a prefeitura contratou uma empresa para recomeçar a obra, que chegou a atuar por dois meses – período em que foi construído canteiro e foram colocados tapumes – mas a contenção de recursos forçou uma nova interrupção. Um aditivo do contrato será feito para que esta mesma empresa, a Eixo Engenharia e Construções, dê sequência à obra. 

Segundo a prefeitura, em 2015, a empresa que iniciou o trabalho abandonou a edificação. A demora de quatro anos para recomeçar a construção se deve, conforme o governo municipal, a fatores como solicitações de readequações do projeto junto a Caixa Econômica Federal, responsável por liberar os recursos. Só esta etapa levou mais de um ano. Depois, foi necessário fazer uma nova licitação e atualizar valores. Duas concorrências públicas não tiveram nenhum interessado. Apenas na terceira houve vencedor.

Desconfiança de moradores

Mesmo com a notícia da liberação de recursos, moradores que vivem próximos ao CEU desconfiam da retomada e, principalmente, da conclusão do projeto. A aposentada Célia Maria Alves, 66 anos, que sonhou em ter uma biblioteca perto de casa – um dos espaços que será oferecido no local –, decepcionou-se ao ver a obra interrompida e hoje, abandonada. Ela contém os ânimos ao comentar o recomeço dos trabalhos:

 Cachoeirinha, RS, BRASIL, 27/08/2019: Célia Maria Alves, 66 anos. Recursos liberados para retomada de obra parada em Cachoeirinha. Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs) de Cachoeirinha. Rua Estrela, Vila Anair . (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Célia é descrente com a conclusão da obraFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

– Eu só acredito vendo. Acho que só vou crer mesmo no dia da inauguração. É difícil não ficar desesperançada.

O cenário que deixa Célia desanimada é não só de uma obra parada há quatro anos, mas de um terreno que hoje abriga lixo, sujeira e usuários de drogas. Na terça-feira passada, enquanto a reportagem estava no CEU, a guarda municipal fazia a retirada de dependentes químicos  que estavam escondidos no local.

Expectativa

Pelo menos duas vezes por semana, a doméstica Idalena Finhenuer, 65 anos, usa o ginásio coberto do CEU para passear com suas cachorrinhas. Ela argumenta que só circula pelo local pela manhã, por medo de assalto. Não existe outro espaço de lazer na Vila Anair:

– Se essa obra realmente acabar, será ótimo, especialmente para as crianças, que ficam muito tempo na rua. 

 Cachoeirinha, RS, BRASIL, 27/08/2019:Neusa Carvalho, 54 anos.  Recursos liberados para retomada de obra parada em Cachoeirinha. Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs) de Cachoeirinha. Rua Estrela, Vila Anair . (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Neusa só quer um lugar limpo e seguroFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

Proprietária de um estabelecimento por perto, Neusa Carvalho, 54 anos, espera que o local seja limpo e, principalmente, tenha segurança:

– O que a gente quer não é muita coisa: um local decente para tomarmos chimarrão e para as famílias se reunirem.


  • Dados da obra
    CEU de cachoeirinha
    Onde: Rua Estrela, 95, Vila Anair, em Cachoeirinha
    Estágio da obra: 52% concluída
    Quando parou: 2015
    Capacidade: 3 mil pessoas
    Valor já investido: R$ 836.321,76
    Valor necessário para concluir e equipar: R$ 1,3 milhão
    Origem dos recursos: governo federal
    Por que a obra parou? em 2015, a empresa abandonou a obra
    Previsão de retorno e conclusão dos trabalhos: deve ser retomada nesta semana e concluída até junho de 2020.
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros