PPCI do Acampamento Farroupilha é liberado, mas piquetes ainda correm para regularizar galpões - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Faltam detalhes05/09/2019 | 20h56Atualizada em 05/09/2019 | 20h56

PPCI do Acampamento Farroupilha é liberado, mas piquetes ainda correm para regularizar galpões

Bombeiros vão retornar nesta sexta-feira para mais um trabalho de vistoria. Evento começa oficialmente no sábado

Rossana Silva - Especial

O Corpo de Bombeiros iniciou na tarde desta quinta-feira (5) a inspeção dos piquetes do Acampamento Farroupilha 2019, que será aberto ao público neste sábado (7). O Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) ainda estava em análise quando os agentes começaram a percorrer o parque para adiantar o trabalho. Na primeira passagem, porém, de 40 lotes inspecionados por uma equipe, apenas três haviam sido aprovados.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Os espaços vistoriados que ainda não têm infraestrutura adequada foram orientados sobre os ajustes e devem ser inspecionados novamente nesta sexta-feira. Os galpões que não cumprirem todas as normas podem ser interditados pelos bombeiros.

— No ano passado, cerca de 30 galpões foram interditados, mas conseguiram regularizar a situação — disse o soldado Ademir Nascimento.

Cerca de 40 agentes se dividiram em grupos para percorrer o Parque Maurício Sirotsky Sobrinho nesta quinta-feira (5). Eles verificam se em cada local havia dois extintores de incêndio, placa de sinalização fotoluminescente, iluminação de emergência e afastamento mínimo entre as construções.

Leia também
A vez das patroas: mulheres ganham espaço na chefia de piquetes do Acampamento Farroupilha
Confira a programação artística e cultural dos Festejos Farroupilhas
Após fazer parte de gestão de peões, mulher transexual recebe homenagem como prenda

— O PPCI foi aprovado no final da tarde desta quinta-feira. Boa parte dos lotes avaliados foi reprovada, mas voltaremos ao parque amanhã para continuar o trabalho — explicou Ederson Fioravante Silva Lunardi, chefe da Divisão de Prevenção de Incêndios do 1º Batalhão de Bombeiro Militar de Porto Alegre.

Mesmo que o parque ainda não tenha sido aberto oficialmente ao público, alguns visitantes aproveitaram a tarde para passear e tirar fotos. Entre eles, uma turma de 43 alunos do 5º ano da Escola São Francisco Menino Deus.

— A visita está vinculada ao conteúdo sobre o desenvolvimento do Rio Grande do Sul — explicou a professora Márcia Dutra.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros