Com fechamento de 20 postos de saúde, prefeitura orienta população a procurar outras unidades - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Impasse do Imesf10/10/2019 | 07h52

Com fechamento de 20 postos de saúde, prefeitura orienta população a procurar outras unidades

Greve dos trabalhadores acontece até esta sexta-feira (11), quando será realizada nova assembleia

Com fechamento de 20 postos de saúde, prefeitura orienta população a procurar outras unidades Bibiana Dihl/Agência RBS
Foto: Bibiana Dihl / Agência RBS

A população afetada pelo fechamento de 20 postos de saúde em Porto Alegre, situação provocada pela greve dos profissionais do Instituto Municipal de Estratégia da Saúde da Família (Imesf), deverá procurar outras unidades para acolhimento, orienta a prefeitura da Capital. São 140 unidades de saúde sob responsabilidade do município e 77 delas são compostas exclusivamente por profissionais do instituto. Em caso de urgência ou emergência, os pacientes poderão se deslocar a algum pronto-atendimento. 

A greve ocorre até sexta-feira (11), quando haverá nova assembleia — nela, os servidores decidirão se continuam ou terminam a paralisação. Os funcionários, contratados sob o regime celetista, protestam contra a intenção de fechamento do Imesf, determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A prefeitura já informou que vai cumprir a decisão e demitir os contratados.

A Secretaria da Saúde de Porto Alegre informa que está reconvocando os profissionais ao trabalho e que não tem certeza se os 20 postos continuarão fechados nesta quinta e sexta-feira.

Julio Jesien, presidente do Sindisaúde, sindicato que representa os profissionais ligados ao instituto, disse que tenta negociar uma saída com o prefeito Nelson Marchezan, mas que não é recebido. Ele diz que deseja apresentar à prefeitura sugestões para que os funcionários, que atuam no serviço público depois de passarem por concurso, não sejam demitidos. A secretaria afirma que "não recebeu nenhum ofício ou contato do sindicato solicitando reunião".

O sindicato afirma que a greve afeta o atendimento em 50 postos de saúde. Os totalmente fechados estão localizados em bairros mais afastados do Centro.

 

Lista de postos sem atendimento nesta quarta-feira:

  1. Unidade de Saúde Batista Flores
  2. Unidade de Saúde Cruzeiro do Sul
  3. Unidade de Saúde Esperança Cordeiro
  4. Unidade de Saúde Jardim da Fapa
  5. Unidade de Saúde Jenor Jarros
  6. Unidade de Saúde Mario Quintana
  7. Unidade de Saúde Mato Sampaio
  8. Unidade de Saúde Milta Rodrigues
  9. Unidade de Saúde Nova Gleba
  10. Unidade de Saúde Passo das Pedras II
  11. Unidade de Saúde Safira Nova
  12. Unidade de Saúde Santa Maria
  13. Unidade de Saúde São Borja
  14. Unidade de Saúde Tijuca
  15. Unidade de Saúde Timbaúva
  16. Unidade de Saúde Vila Brasília
  17. Unidade de Saúde Vila Gaúcha
  18. Unidade de Saúde Vila Pinto
  19. Unidade de Saúde Vila Safira
  20. Unidade de Saúde Wenceslau Fontoura
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros