Farroupilha será palco de quatro eventos tradicionalistas - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Piquetchê do DG08/10/2019 | 13h47Atualizada em 08/10/2019 | 13h47

Farroupilha será palco de quatro eventos tradicionalistas

Entre 11 e 13 de outubro, município contará com festivais de dança, música e encontro de jovens


Registro do CTG Imigrantes e Tradição, de Caxias do Sul, que ganhou em 2008, na categoria invernada adulta o primeiro lugar.
Campeões de 2018, na categoria adulta, CTG Imigrantes e TradiçãoFoto: Lidiane Hein / Divulgação

Farroupilha será palco de um superencontro do tradicionalismo gaúcho nos dias 12 e 13 de outubro, no Parque Cinquentenário. Serão quatro eventos, promovidos pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), ocorrendo simultaneamente: O Festival Gaúcho de Danças (Fegadan), o Festival Gaúcho de Chula (Fegachula), o Tchêncontro e o Acampamento Estadual da Juventude Gaúcha.

— Será um fim de semana riquíssimo, apresentado pelo departamento jovem do Movimento Gaúcho: 80% do público desses eventos são jovens. Paralelo ao Tchêncontro, ainda acontecerá o 1º Versos e Cantigas da Juventude Gaúcha, um festival amador poético e musical — explica o presidente do MTG, Nairo Callegaro.  

Expressividade

O Fegadan, principal atração do fim de semana, busca a preservação, valorização e divulgação das danças tradicionais gaúchas, reforçando a essência do bailar, baseado nas obras de Paixão Côrtes e Barbosa Lessa. Segundo o MTG, cerca de 70 grupos estão inscritos. 

— O festival traz uma forma mais simples de dançar, não tem coreografias, não tem aquela entrada e saída, não é uniformizada. É o bailar conforme Paixão queria, cada um podendo dar a sua expressividade, sua identidade à dança — detalha Callegaro.

Campeão das danças tradicionais na categoria adulta no ano passado, o CTG Imigrantes e Tradição, de Caxias do Sul, se prepara para mais uma edição. Irá participar com as invernadas nas categorias adulta, juvenil e veterana. Só a adulta conta com 41 componentes.

— O Fegadan busca mostrar a forma mais autêntica de como as danças eram feitas antigamente. Respeita muito as pesquisas realizadas pelo Paixão e Barbosa Lessa —descreve o instrutor do CTG, Marcio Bertussi, 40 anos.

Programação Fegadan

11 de outubro (sexta-feira)
/// 20h: recepção e credenciamento

12 de outubro (sábado)
/// 8h: eliminatória danças tradicionais mirins e juvenil por entidade. Na sequência, começam as eliminatórias de danças tradicionais veterano e adulto por entidade – Palco 1
/// 9h: eliminatória Fegachula – Palco 2
/// 13h: abertura oficial –Palco 1
/// 13h30min: retorno das eliminatórias de danças tradicionais – Palco 1
/// 22h: show com Quarteto Coração de Potro
* Ao término das eliminatórias de danças tradicionais serão divulgados os finalistas do Fegachula e das danças tradicionais – palco 1

13 de outubro (domingo)
/// 8h: fase final de danças Biriva. Na sequência, começa a fase final de danças tradicionais por categoria (mirim, juvenil, veterano e adulto) – Palco 1
/// 9h: fase final Fegachula – Palco 2
* Ao término da fase final de danças tradicionais haverá a dança de integração e a entrega de premiações – Palco 1

Para prestigiar

Tchêncontro 

/// O Tchêncontro traz o tema “Paixão: legado através do tempo”, com o intuito de prestar uma homenagem e reapresentar as obras de Paixão Cortês a todos os tradicionalistas, proporcionando um momento de reflexão sobre a criação da identidade do gaúcho, seus usos e costumes. A ideia principal é resgatar e apresentar todas as suas obras por meio da dança, da poesia e do teatro no palco do Tchêncontro Estadual da Juventude.

Fegachula

/// Busca valorizar e engrandecer a dança da chula em todas as modalidades. Os melhores de cada categoria ficam credenciados a participar do Festival Nacional de Arte e Tradição (Fenart). O Fegachula foi idealizado pelos chuliadores James Pereira e Elvis Leite, em 2015, ambos do CTG Paixão Cortes de Caxias do Sul, e incorporado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Leite, falecido em 2017, será o homenageado do evento. As apresentações serão realizadas no Parque Cinquentenário, em palco paralelo ao Fegadan. 

Acampamento Estadual da Juventude Gaúcha

/// O acampamento oportuniza a integração dos jovens tradicionalistas por meio da realização de atividades que demonstrem a importância dos jovens e sua função no tradicionalismo. “Jovens de agora, valores de outrora” foi o tema escolhido pelo Departamento Jovem Central para compor o trabalho deste ano.

Leia outros notícias do Piquetchê

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros