Magali Moraes e o varal de luzes - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga03/10/2019 | 15h06Atualizada em 03/10/2019 | 15h06

Magali Moraes e o varal de luzes

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e o varal de luzes Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Se a sexta-feira fosse algo que a gente pudesse pegar com as mãos, ela seria um varal de luzes. Quer dizer, eu sou baixinha, jamais conseguiria pegar. É que o varal de luzes é sempre pendurado bem acima das nossas cabeças. Ele finge que é céu estrelado, e a gente acredita. Já reparou como tudo muda quando alguém acende esse cordão cheio de luzinhas? A sacada sem graça se ilumina. A noite ganha vida. O terraço vira uma constelação. E os nossos olhos brilham mais ainda.

Não sei quem um dia estava numa área externa meio apagadinha e teve essa ideia. Esticou um fio de luz comprido, prendeu nele várias lâmpadas e deixou sempre o mesmo espaço vazio entre elas. Daí pendurou de lá pra cá, de cá pra lá. Ligou na tomada e… uau!! Que lindo! Se você souber o nome desse gênio, pode dizer que eu mandei os parabéns. Ninguém pendura roupa num varal de luzes. A gente pendura sonhos, desejos, sentimentos bons, celebração, encantamento.

Leia mais colunas da Maga 

Festa

Será que inventaram o varal de luzes pra decorar uma festa de casamento, daí a moda pegou? O casal já se separou, mas as luzinhas viveram felizes pra sempre. Da rua pra dentro de casa foi um pulo. Numa versão mais delicada, o cordão de luzinhas contorna a janela do quarto, o marco da porta, a moldura do espelho e vai até pra dentro da garrafa. Adoro essas ideias simples e com grande efeito na decoração. Foi-se o tempo que apenas o Natal merecia luzinhas. O dia a dia também quer brilhar. 

Na sua casa tem lugar pra um varal de luzes? Tomara que sim! Imagina sentar lá fora pra jantar (ovo frito que seja), olhar pra cima e se deliciar com muitas luzinhas acesas. Quando eu era pequena e pedia pra jantar fora, meu pai brincava dizendo que ia levar pra rua a mesa e as cadeiras. Se ele tivesse colocado um varal de luzes, eu nunca mais ia querer sair de casa. No YouTube tem vídeos que ensinam a fazer. Pros habilidosos, né? Quem não se garante é melhor comprar pronto. Fica a dica. Bom fíndi!


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros