Magali Moraes e um céu estrelado - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga22/11/2019 | 10h00Atualizada em 22/11/2019 | 10h00

Magali Moraes e um céu estrelado

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e um céu estrelado Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

A gente olha pouco pro céu à noite. Não é como o pôr do sol, que todo mundo quer fotografar. Tá certo que um céu manchado de tons amarelos e laranjas é mesmo lindo. O amanhecer também tem sua poesia (a única vantagem de madrugar). Mas é só o dia encerrar o expediente que logo uma paleta de azuis escuros começa a tingir o céu. Quando tudo escurece, acendem estrelas aqui e ali. E como tem beleza nessa imensidão! Com sorte, aparece uma lua cheia pra iluminar ainda mais.

Meu jeito preferido de contemplar as estrelas é de repente, de surpresa. Contemplar é o verbo certo. Espiar, observar ou admirar não conseguem expressar a magia do momento. Em casa, vou fechar a persiana e uma estrela fisga a minha atenção. No trânsito, o sinal fica vermelho. Sem querer, eu viro o rosto em direção à janela e lá estão elas. Na praia, vou recolher as roupas do varal e – baaah!! – um zilhão de estrelas cobrem o céu. As roupas que esperem, o pescoço que aguente a dor de olhar pra cima. 

Leia mais colunas da Maga 

Universo

Parece que todos aqueles pontinhos de luz querem nos dizer alguma coisa. Que somos minúsculos no universo? Que muitas vezes deixamos a nossa luz própria apagar? Sinceramente, não sei por que a gente nunca tem tempo de apreciar a lindeza de um céu estrelado. Pra que essa eterna correria? Enquanto isso, olhamos pra coisas que nem têm tanta importância assim. Mas é de noite, quando os problemas parecem maiores do que realmente são, que as estrelas surgem pra nos encantar.

Existem inúmeras constelações (só lembro de cabeça da Cruzeiro do Sul, Ursa Maior e Ursa Menor). Algumas são vistas apenas no Hemisfério Norte ou no Sul. Quem nunca tentou localizar as Três Marias? Desde pequena eu tenho o hábito de procurar estrelas. E fazer um pedido pra mais brilhante de todas. Quanto mais procuro, mais elas surgem. Parecem perto umas das outras, na verdade estão bem distantes. Você também gosta de um céu carregadinho de estrelas? Nuvens, abram espaço.  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros