Magali Moraes: quando falta água - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga27/11/2019 | 10h00Atualizada em 27/11/2019 | 10h00

Magali Moraes: quando falta água

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes: quando falta água Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Ninguém merece, né? Mas acontece. Se vão fazer um serviço que obriga a interromper o abastecimento, a gente entende. Alguém avisa antes e todo mundo se prepara. Dá até pra antecipar o banho. E quando falta água de repente? É aquele Deus nos acuda. Rápido!! Pega o balde e junta cada gotinha que sobrou nas torneiras!! Enquanto uns saem pra comprar galão de água, outros serão pegos de surpresa ensaboando o cabelo embaixo de um chuveiro seco: sentam no chão e esperam?

Nesse momento, o que a gente mais quer (além de água) é informação certeira. Tem previsão de volta? Cadê o síndico? Demora pra consertar? Foi na rua toda, no bairro, na cidade? Quem mora em prédio já aciona os vizinhos dos outros andares. Agora se o condomínio tiver mais de uma torre e faltar água numa só, pode virar disputa de Gre-Nal. Venceu a A ou a B? Que dê empate, senão vai ter vizinho chegando com toalha e sabonete. Melhor nem gastar saliva a essa altura do campeonato.

Leia mais colunas da Maga 

Sonhar

O que é pior? Dormir com a esperança de que a água volte de madrugada? Ou sonhar com um belo banho sabendo que tão cedo a maldita não volta? Na hora da janta, ficar sem água também complica. Bem que podia ter comida de astronauta à venda para a ocasião. Engole (com o mínimo de água) um comprimido sabor pizza ou lasanha, escova os dentes (três goles no máximo) e vai dormir. Desodorante, segura a onda! E que a Santa Protetora do trato intestinal proteja pra ninguém ter piriri justo hoje. 

A louça vai ter que esperar, pra desespero de quem odeia a pia cheia de pratos sujos. Telentrega quebra o galho, desde que peçam algo pra comer com a mão. Tá liberado lamber os dedos que nem gato depois. Faltar água é menos sofrido do que faltar luz? Depende do contexto. Na verdade, qualquer coisa básica para o nosso bem-estar nunca deveria faltar. E a gente só percebe sua importância quando não tem. Escrevi essa coluna sem água em casa. O cérebro seco que nem as plantas, não repara. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros