Manoel Soares: "Imaginem como seria Jesus hoje" - Notícias

Vers?o mobile

 
 

PAPO RETO 21/12/2019 | 05h00Atualizada em 21/12/2019 | 05h00

Manoel Soares: "Imaginem como seria Jesus hoje"

Colunista escreve aos sábados no Diário Gaúcho 

Manoel Soares: "Imaginem como seria Jesus hoje" Lauro Alves/Agencia RBS
Neste Natal, Manoel Soares faz uma provocação sobre Jesus Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Imaginem se nascesse hoje na Restinga um menino filho de uma faxineira e de um catador de latinhas. E se, depois de um tempo, esse menino começasse a dizer que era filho de Deus e que as palavras dele eram palavras vindas de uma conexão direta com o criador do universo. Imaginem ele no centro de Porto Alegre, dizendo que as pessoas deveriam amar umas as outras e que, se não ouvissem o que ele estava dizendo, não seriam abençoados. 

Outra coisa que ele diria é que todas as religiões estão erradas na forma de tratar as pessoas. Que todas as leis que os padres, pastores e pais de santo ensinam estão erradas, e que as regras são aquelas que ele recebeu do Pai dele, que estava no céu. 

Leia mais colunas de Manoel Soares

Você se imagina seguindo esse cara pela cidade? Assim foi Jesus na época dele: poucas pessoas tiveram coragem de seguir o filho do carpinteiro, negro, pobre e morador das periferias da Galileia. 

A questão é que, se Cristo voltasse hoje ao mundo, seria morador de uma quebrada qualquer, negro, pobre e iria questionar os governos e pessoas ricas. Conseguem imaginar como ele seria tratado? Imagina a muvuca se multidões seguissem ele pelas ruas, e ele não aceitasse fazer parte de nenhum partido político e começasse a perdoar ladrões e criminosos. 

Boa parte das pessoas que vão comemorar o Natal na quarta estariam entre aquelas que não acreditariam em Jesus naquela época, então, porque acreditariam agora? Não adianta comemorar o Natal se desrespeitamos pessoas que são parecidas com Jesus Cristo.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros