Governo do RS decreta fechamento do comércio para todos os municípios até 15 de abril - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Contra o coronavírus01/04/2020 | 08h18

Governo do RS decreta fechamento do comércio para todos os municípios até 15 de abril

Medida começa a valer nesta quarta-feira, com a publicação do texto no Diário Oficial do Estado

Governo do RS decreta fechamento do comércio para todos os municípios até 15 de abril Marco Favero/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS

O governador Eduardo Leite anunciou, em um comunicado por vídeo, na noite desta terça-feira (31), novo decreto que determinará o fechamento do comércio em todos os municípios. A medida é válida a partir desta quarta-feira (1º), quando o documento será publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado. Na determinação, fica estabelecida a proibição da abertura dos estabelecimentos comerciais até 15 de abril.

No anúncio, o governador destacou que a medida é necessária, pois muitos municípios estavam relaxando nas medidas de restrição. Segundo Leite, o crescimento dos casos em todo o Rio Grande do Sul é um indicativo de que o momento de retomada das atividades ainda não chegou.

Leia mais
Governo gaúcho prorroga suspensão de aulas até o final de abril
Leite diz a deputados que manterá medidas restritivas pelo menos até 15 de abril
ONU diz que pandemia da covid-19 é pior crise global desde a Segunda Guerra Mundial

— É justamente agora que devemos ser mais rigorosos e não afrouxar restrições. Concluímos, com base em dados da evolução do vírus e estudos técnicos que esta é a hora de estabelecermos a uniformidade nas restrições ao contato no Rio Grande do Sul. Estamos vendo mais pessoas e mais municípios nos quais o contágio se confirma e precisamos manter esses cuidados para termos mais tempo para fortalecer a nossa rede de atenção hospitalar — afirmou o governador.

A expectativa do governo estadual é adquirir até o dia 15 de abril mais equipamentos e estruturas de atendimento para os hospitais, com a chegada de kits de testagem, exames rápidos e respiradores para UTI. O governador também confirmou que está sendo aprimorado o sistema de confirmação de casos e um novo protocolo para realização de exames, com o apoio de diferentes universidades.

O decreto garante a manutenção dos serviços essenciais, como supermercados e farmácias, e também dos setores responsáveis pela assistência a esses serviços. A indústria e a construção civil também estão liberadas para seguir operando, mas com a ressalva de que as prefeituras podem analisar essa determinação de forma independente.

O governador Eduardo Leite ainda reforçou que o momento é de isolamento e ressaltou que essa situação deve ser mantida mesmo no feriado de Páscoa.

— Este novo decreto é focado também para evitar a circulação de pessoas no feriado. A data não será para passeios e até por isso seguimos mantendo o fechamento das praias no litoral — reforçou Leite.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros