Manoel Soares: "Sejam pacientes e afetuosos com os mais velhos nesse momento" - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Papo Reto11/04/2020 | 05h00Atualizada em 11/04/2020 | 05h00

Manoel Soares: "Sejam pacientes e afetuosos com os mais velhos nesse momento"

O colunista escreve nas edições de final de semana do Diário Gaúcho

Manoel Soares: "Sejam pacientes e afetuosos com os mais velhos nesse momento" Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Ficar trancado em casa está se tornando um pesadelo para muitas pessoas. Em especial, para os idosos que, de uma maneira geral, têm uma vida mais isolada dos demais membros da família por terem suas manias e rotinas. A grande alegria das pessoas acima de 60 anos é poder fazer o que quiserem da vida, mas agora o direito de ir e vir lhes foi retirado de maneira abrupta. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Para piorar a situação, temos líderes políticos que não respeitam as orientações e dizem que as pessoas podem sair na rua e que vai ser somente uma gripezinha. Esse tipo de informação errada, além de colocar a vida de milhões de pessoas em risco, gera um sentimento de aprisionamento desnecessário. 

Importante deixar sempre claro que essas pessoas são amadas, mandar mensagens de voz e vídeo, ligar sempre e quando possível fazer reuniões virtuais pelo celular. Os mais velhos, se não tiverem toda atenção, podem sair desse período com doenças emocionais e psicológicas. 

Óbvio que nem todos nós temos condições, mas se puder, leve a pessoa idosa para dar uma volta de carro. Se forem fazer isso, os idosos têm que estar de máscara. Eles passeiam tomando um ar e voltam para a quarentena, isso faz um bem danado para quem está trancado em casa. Confesso que entendo eles, alguns acreditam que estão nos últimos anos de vida e não queriam passar longe de quem amam. 

Leia outras colunas de Manoel Soares

Sejam pacientes e afetuosos com eles nesse momento, alguns vão ficar chorosos, outros agressivos, outros malandros, teimosos ou em um silêncio preocupante. Em qualquer um dos casos, manter contato pelo menos três vezes ao dia é o recomendável. Vamos cuidar deles como cuidaram de nós.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros