Plano de distanciamento do RS prevê uso obrigatório de máscara  - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Áreas públicas11/05/2020 | 08h04Atualizada em 11/05/2020 | 08h04

Plano de distanciamento do RS prevê uso obrigatório de máscara 

Medida foi anunciada na tarde deste sábado pelo governador Eduardo Leite

Plano de distanciamento do RS prevê uso obrigatório de máscara  ODD ANDERSEN/AFP
Foto: ODD ANDERSEN / AFP

O plano de distanciamento controlado detalhado pelo governador Eduardo Leite na tarde deste sábado (9) prevê o uso obrigatório de máscara em todo o Rio Grande do Sul em áreas públicas e em ambientes fechados nos quais haja aglomeração ou grupos de pessoas. 

A medida deverá passar a vigorar após a publicação do decreto que estabelece todas as regras de funcionamento da nova estratégia gaúcha contra a pandemia de covid-19. A expectativa é de que as normas passem a valer a partir de segunda-feira (11). 

A nova exigência chegou a causar confusão de interpretação ao longo do final de semana, pois depois de anunciá-la, o governador chegou a escrever nas redes sociais que a obrigatoriedade era apenas para "ambientes fechados coletivos".

Mas na manhã de domingo (10), a assessoria confirmou que a medida vale para quem estiver nas ruas e locais fechados, em todo o Estado.

— Tomamos essa medida porque quem usa a máscara protege a si e aos outros — justificou o governador. 

Leite reconheceu, durante transmissão ao vivo realizada pela página do governo estadual no Facebook, que não será fácil fiscalizar o cumprimento dessa obrigatoriedade. Por isso, disse contar  com o apoio das prefeituras e da própria sociedade para torná-la efetiva. 

— Para que possamos reduzir a disseminação do vírus, Estado e prefeituras vão fazer a fiscalização, mas é difícil. Por isso, contamos com a sociedade com algo que ajuda sensivelmente para o vírus não se dispersar. Cabe às pessoas cobrar os outros (o uso da máscara), porque é uma forma de proteger a saúde de todos. 

O governador não especificou, até o momento, a que punições ficaria sujeito quem descumprir a nova norma de prevenção.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros