Após novas restrições, Porto Alegre mantém índice de isolamento acima de 40% - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Mais gente em casa30/06/2020 | 09h36Atualizada em 30/06/2020 | 09h36

Após novas restrições, Porto Alegre mantém índice de isolamento acima de 40%

Primeira semana sob bandeira vermelha teve 41,2% de pessoas em casa, revertendo tendência de relaxamento das semanas anteriores

Após novas restrições, Porto Alegre mantém índice de isolamento acima de 40% Mateus Bruxel/Agencia RBS
Centro Histórico com lojas fechadas nesta segunda (29): dados de celulares mostraram estabilização do índice de isolamento Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Passada a primeira semana de endurecimento das medidas de distanciamento social em Porto Alegre, já é possível perceber alguns efeitos nos índices de isolamento. O percentual de pessoas em casa deixou de diminuir e se estabilizou acima de 40%.

Os dados são medidos pela empresa In Loco, parceira da prefeitura, por meio de rastreamento de telefones celulares.

Considerando apenas os dias úteis, Porto Alegre vinha apresentando um lento, porém constante, relaxamento dos índices desde a semana de 18 a 22 de maio, quando registrou 42,6% de isolamento, desde então as semanas seguintes foram de 41,2%, 40% e finalmente 38%, entre 8 e 12 de junho (desconsiderado o feriado do dia 11). Desde 20 de maio, shoppings, restaurantes e empresas de comércio e serviços estavam em operação.

Entre 15 e 19 de junho, já sob a preocupação com o aumento da ocupação das UTIs locais por covid-19 e cogitando novas medidas de restrição, Porto Alegre decidiu fechar estabelecimentos com faturamento anual superior a R$ 4,8 milhões. Porém, a medida teve efeito tímido: o índice de isolamento subiu para 38,4%. Na sexta-feira (19), chegou a despencar para 34%.

A semana passada, entre 22 e 26 de junho, foi a primeira sob as novas restrições impostas pela bandeira vermelha, classificação do governo do RS para cidades com alto risco para doença. Mesmo passando a valer de forma escalonada, as restrições ao comércio não essencial (desde o dia 24), aos bares e restaurantes (desde 25) e à indústria e construção civil (desde 26) permitiram fechar a semana com 41,2% de isolamento.

A estabilização dos gráficos é a novidade. Em nenhum dia útil da semana o isolamento caiu abaixo de 40% e, na quinta-feira (25), chegou atingir 45%, algo que não ocorria em um dia útil em Porto Alegre desde 13 de maio.

Os dados conversam com os coletados pela Trensurb, que mede diariamente o fluxo de passageiros nos trens da Região Metropolitana. Entre 15 e 19 de junho, a empresa transportou 336.108 passageiros. Na semana seguinte, de 22 a 26 de junho, foram 299.984 passageiros. A média diária, que era de 67.221 passageiros em dias úteis caiu para 59.996.

Nas imagens abaixo, veja o comparativo entre o movimento de vias do Centro Histórico entre 16 de junho e esta segunda-feira (29):


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros