Grupo de Gravataí distribui marmitas e auxilia diferentes comunidades carentes - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso05/06/2020 | 16h08Atualizada em 05/06/2020 | 16h08

Grupo de Gravataí distribui marmitas e auxilia diferentes comunidades carentes

Para ajudar mais famílias que enfrentam dificuldades devido à pandemia causada pelo coronavírus, o grupo Anjos do Bem está arrecadando doações

Grupo de Gravataí distribui marmitas e auxilia diferentes comunidades carentes Renata Porto/arquivo pessoal
Marmitas quentinhas levam energia e apoio Foto: Renata Porto / arquivo pessoal

Durante os tempos difíceis de isolamento social, muitas pessoas acabaram perdendo o emprego. Com isso, uma situação financeira que já era complicada piorou. Foi pensando nisso que o grupo Anjos do Bem apareceu. Com o objetivo de auxiliar famílias carentes de Gravataí, eles entregam centenas de marmitas e cestas básicas em diferentes bairros da cidade a cada 15 dias.

LEIA MAIS
Sem bailes e com salão vazio, Sociedade Gondoleiros busca doações para auxiliar músicos
Oficina de motos da Capital reúne clientela para delivery solidário, destinado a moradores de rua
Líder comunitária busca por doações na Vila São Judas Tadeu, em Porto Alegre

O projeto foi criado pelo motorista de distribuição Maurício José Alves, 36 anos, e por sua prima, a assessora Carla Giovana da Silva, 46 anos. 

– Fomos voluntários em várias outras equipes de outras cidades. Quando iniciou a pandemia, pensamos nas famílias do nosso município, pois aqui também há muitas pessoas carentes, mas não tínhamos dinheiro. Mobilizamos a família e conseguimos muitas doações. Foi ótimo.

Durante os tempos difíceis de isolamento social, muitas pessoas acabaram perdendo o emprego. Com isso, a situação financeira de algumas pessoas, que já era complicada, piorou. Foi pensando nisso que o grupo Anjos do Bem apareceu. Com o objetivo de auxiliar famílias carentes de Gravataí, eles entregam centenas de marmitas e cestas básicas em diferentes bairros do município a cada 15 dias.<!-- NICAID(14513601) -->
Máscaras também foram entreguesFoto: Renata Porto / arquivo pessoal

Voluntários

A primeira ação do Anjos de Bem ocorreu na Vila Tom Jobim, dia 12 de abril, na Páscoa. Carla e Maurício, com o auxílio de familiares, conseguiram produzir 200 marmitas e 400 saquinhos com doces para a criançada.

Tudo o que é distribuído pelo grupo vem de doações, por isso, ele conta com a solidariedade não só dos voluntários, mas também de pessoas que apoiem a causa e doem alimentos e outros itens para serem entregues nos bairros beneficiados. O grupo, que teve início com apenas 12 voluntários, hoje já tem  mais de 68 integrantes. Maurício conta que, além dos alimentos, há outras entregas:

– A nossa ponte para chegar às famílias carentes é o alimento. Porém, além das marmitas, distribuímos agrados. Para nossa próxima ação, em 14 de junho, temos acertada uma doação de frutas e estamos pensando em fazer espetinhos de chocolate para os moradores, além de, claro, um cardápio de almoço bem gostoso.

Uma das beneficiadas foi a dona de casa Rosecler Villa Agradem, 55 anos, moradora do Rincão da Madalena. Ela conta que adorou a ação do grupo Anjos do Bem:

– Eles (voluntários) são pessoas muito carinhosas. Fui muito bem tratada. Nos receberam com alimentos, sucos e roupas e ainda distribuíram um kit de beleza para as mães. 

A estoquista Bruna Vaz, 24 anos, também foi contemplada pelos voluntários:

– A comunidade onde moramos é muito carente, várias  pessoas só puderam comer algo naquele dia por causa deles. É uma iniciativa excelente.

Os decretos e orientações de isolamento social não foram motivos para impedir a solidariedade. Carla afirma que todas as medidas preventivas estão sendo tomadas:

– Entregamos máscaras às pessoas e também oferecemos álcool gel para a limpeza das mãos.

Durante os tempos difíceis de isolamento social, muitas pessoas acabaram perdendo o emprego. Com isso, a situação financeira de algumas pessoas, que já era complicada, piorou. Foi pensando nisso que o grupo Anjos do Bem apareceu. Com o objetivo de auxiliar famílias carentes de Gravataí, eles entregam centenas de marmitas e cestas básicas em diferentes bairros do município a cada 15 dias.<!-- NICAID(14514469) -->
Grupo já tem mais de 68 voluntáriosFoto: Renata Porto / Arquivo Anjos do Bem

Doações são importantes para iniciativa

– Estamos arrecadando cobertores devido à chegada do inverno, mas a doação de comida ainda é fundamental – explica Carla. 

A organizadora afirma que pequenas quantidades são muito relevantes. Os principais itens alimentícios arrecadados são: arroz, feijão, azeite, farinha e açúcar e outros perecíveis, usados na montagem de cestas básicas e nas marmitas. Roupas também são aceitas para a realização do brechó.

A vontade do grupo é ajudar cada vez mais famílias, por isso, precisa de doações para manter o projeto. Interessados em contribuir ou ser voluntário podem entrar em contato com Carla pelo telefone (51) 99708-4674, ou com Maurício, pelo (51) 98686-8686.

Produção: Thayná Souza

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros