Magali Moraes e a importância de respirar - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga26/06/2020 | 09h00Atualizada em 26/06/2020 | 09h00

Magali Moraes e a importância de respirar

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e a importância de respirar Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Que todo mundo respira, você já sabe. Quero falar daquela respiração que salva em certos momentos. Também não é a boca a boca. Sabe respirar fuuundo pra acalmar a ansiedade? A história da minha vida. E como ajuda! Quantas vezes esperei o sinal fechar pra puxar lá de dentro da alma uma respiração profunda que me ajudasse a lidar com algum problema. Nas noites de insônia, depois de fritar na cama sem dormir, eu lembro dos exercícios de respiração e enfim consigo pegar no sono. 

Deveriam ensinar no colégio a respirar certo, você não acha? Porque é de pequeninho que se aprende a controlar as emoções. Na vida adulta, muitas discussões poderiam ser evitadas se a gente usasse a respiração pra acalmar os ânimos. E os sapos que precisamos engolir? Respira que eles descem. Às vezes, a gente nem sabe bem o que nos incomoda (mas se respirar direitinho, passa). Não vale só falar "vou respirar fundo" e continuar trancando todas as angústias dentro do peito.

Leia outras colunas da Maga

Barriga

Mas não é aquela respiração que faz os ombros subirem tanto, a ponto de esconder o pescoço. A magia acontece na altura da barriga. É como se os nossos pulmões fossem imensos balões de ar que nos fazem levitar. Na yoga devem ensinar a respirar. Na verdade, em qualquer prática esportiva isso vem incluído no pacote. Nas minhas aulas de pilates, a gente aprende a jogar o ar pros lados e expandir as costelas. Parece impossível, mas acontece. Não é à toa que saio levinha e calminha.

Quem fica muito tempo sentado ou deitado precisa movimentar os braços pra ajudar a mexer com os pulmões e respirar melhor. Nosso corpo é uma máquina. Bora ler o manual de instruções! Melhor que contar carneirinhos é contar a respiração. Puxa o ar em um, dois, três segundos. Solta o ar no dobro do tempo. De-va-gar! Com essa pandemia, respirar fundo é manter a sanidade mental. Tenho praticado. Hoje é sexta, e eu desejo que o fíndi te traga muita paz de espírito. Respira fundo e relaxa, tá?


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros