Magali Moraes: sextou para o amor - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Coluna da Maga12/06/2020 | 09h00Atualizada em 12/06/2020 | 09h00

Magali Moraes: sextou para o amor

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes: sextou para o amor Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Hoje todos os clichês românticos são permitidos. É dia (e noite) de comemorar com essa pessoa especial que está ao seu lado. Se o amor de vocês sobreviveu à quarentena, parabéns! A convivência forçada estremeceu algumas relações. Não é o seu caso? Então pode brindar em dobro. Bora acender velas, surpreender com bilhetinhos carinhosos, espalhar pétalas de rosas pelo chão, dar urso de pelúcia e chocolate em formato de coração. Ninguém julga ninguém, e todo mundo se diverte. 

Casais que não ligam pra nada disso podem ignorar o parágrafo acima e seguir maratonando a sua série preferida. Com vinho ou Tang de uva. Só não briguem pelo controle remoto. Por mais que os restaurantes estejam abrindo, eu acho que esse vai ser o 12 de junho da telentrega. Cozinhar junto é uma boa pedida pra economizar e não aglomerar. Tem coisa menos romântica do que uma aglomeração justo hoje? Ninguém quer correr o risco de formar um triângulo amoroso com o coronavírus. 

Leia outras colunas da Maga

Vendas

Essas datas existem pra dar uma força nas vendas, mas a gente não é obrigado a se endividar no cartão pra demonstrar amor. Capricha num cartão escrito por você que impressiona mais. Não sabe escrever frases bonitas? Nem precisa. Olha nos olhos da pessoa amada e diz o quanto ela é importante pra você. Pode repetir esse gesto outros dias no ano, garanto que agrada. Amar combina tanto com pequenas surpresas e gentilezas, cumplicidade, parceria, bom humor. Combina até com ter paciência.

Se é começo de namoro, se é amor de uma vida inteira, se as escovas de dentes já moram ou não no mesmo copinho, comemore igual. Pra quem está só, eu sugiro também abrir um vinho e brindar ao amor-próprio (sem ele, nada acontece). Que a rotina dê um tempo, que a paixão se renove, que as palavras certas saiam das bocas, que as bocas se beijem muito, que os abraços sejam gostosos, que a TV fique falando sozinha, que alguém tire você pra dançar na sala, que essa noite seja perfeitinha.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros