Manoel Soares: as quebradas vão sentir a recessão com mais força - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Papo Reto27/06/2020 | 05h00Atualizada em 27/06/2020 | 05h00

Manoel Soares: as quebradas vão sentir a recessão com mais força

Colunista escreve nas edições de final de semana do Diário Gaúcho

Manoel Soares: as quebradas vão sentir a recessão com mais força Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Está chegando um "tsunami" na periferia nos próximos meses, que vai trazer muita dor de cabeça. A recessão vai alcançar níveis preocupantes no Brasil, e as quebradas vão sentir com mais força. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Antes, é importante lembrar que recessão é a redução da capacidade do país de gerar grana com produtos e serviços. Naturalmente, quem lavava o carro toda semana não vai mais lavar, e um dos lavadores será demitido. Quem ia comer um xis fora no final de semana vai ter que segurar a onda, então, alguns garçons e cozinheiros serão demitidos. Essa lógica vai se estender para muitos setores da sociedade que geram emprego e renda. 

Equívoco

Diante desse cenário, é importante lembrar que não podemos dar mole. Muitos de nós contamos com o ovo sem sequer ver a galinha, esse equívoco nos quebra. Muitas conquistas podem ser perdidas se cairmos no papo de bancos e empresas de empréstimo agora. Eles vão oferecer grana para pagar em 130 vezes, mas, no fim, vamos pagar sete vezes o valor emprestado, tudo por conta dos juros. 

Sei que nem todos entendem de economia,  mas basta lembrar de algo bem simples: não existe almoço grátis nessa vida. Se te emprestam R$ 100, vão te cobrar R$ 230, e você precisa avaliar se vale a pena. Dar casa e carro como garantia é furada, muitos vão se perder como brinquedo na mão de palhaço. Até dezembro do ano que vem, o bicho vai pegar, e quem der bobeira vai chorar muito. Se liguem, hein.

Leia outras colunas de Manoel Soares

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros