Empresários pedem a Marchezan ampliação de horário e funcionamento do comércio aos sábados - Notícias

Versão mobile

 
 

Restrições de atividades25/08/2020 | 20h41Atualizada em 26/08/2020 | 09h12

Empresários pedem a Marchezan ampliação de horário e funcionamento do comércio aos sábados

Prefeito se comprometeu em responder até sexta-feira (28), mas adianta que dificilmente acatará todas as sugestões

Empresários pedem a Marchezan ampliação de horário e funcionamento do comércio aos sábados Mateus Bruxel/Agencia RBS
A proposta sugere que os horários de funcionamento sejam ampliados Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Representantes de entidades empresariais apresentaram nesta terça-feira (25), em reunião virtual, ao prefeito Nelson Marchezan proposta de ampliação do funcionamento de estabelecimentos em Porto Alegre. Atualmente, a maioria das atividades está liberada das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira. No caso dos shoppings, a liberação ocorre do meio-dia às 19h, mesmo horário do setor de alimentação.

Pela proposta, o horário seria ampliado para oito horas diárias de funcionamento e abertura aos sábados. Para comércio de rua e serviços em geral, ficaria das 10h às 18h. No caso dos shoppings, funcionariam das 12h às 20h. Para o setor de alimentação, a operação seria ainda mais ampliada, das 12h às 22h. Todos os setores seguiriam fechados aos domingos.

Presidente do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre, Henry Starosta Chmelnitsky disse que restaurantes do centro da cidade estão faturando entre 14% e 18%.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

— Não adianta ficar aberto no horário proposto. É preciso que haja abertura numa parte da noite. Os custos seguem. Os donos dos imóveis não estão dando desconto — reclamou Chmelnitsky.

Segundo o presidente do Sindilojas, Paulo Kruse, o faturamento do setor na capital está girando em torno de 25% a 30% por cento.

— Sem o sábado é morte lenta dos negócios. Se ficarmos mais uma semana, duas semanas assim, dificilmente conseguiremos nos recuperar – disse Kruse.

O presidente da CDL Porto Alegre, Irio Piva, também afirma que o sábado é fundamental para ampliação do faturamento.

- O movimento durante a semana não é suficiente para cobrir os custos fixos. Incluir o sábado é vital – ressaltou.

Leia também
Governo do Estado recua e projeta volta às aulas para primeira metade de setembro
Pandemia impulsiona a venda de materiais de construção
Prefeitura de Porto Alegre autoriza funcionamento do comércio de segunda a sexta

Representando os shopping centers, Eduardo Oltramari disse que é preciso achar um ponto de equilíbrio.

— Temos que fazer uma análise comparativa com as principais capitais. O ponto de equilíbrio é importante para sermos mais justos e adequados. Isso permitirá o restabelecimento e sobrevivência das empresas — destacou Oltramari ao se referir à proposta apresentada a Marchezan.

O prefeito Nelson Marchezan disse que levará as sugestões para reunião do comitê de enfrentamento ao coronavírus nesta quarta-feira (26), e que terá uma resposta até sexta (28). Adiantou, no entanto, que dificilmente todas as propostas serão acatadas ao mesmo tempo.

— Me parece um equívoco a gente já ampliar as liberações e chegar a uma situação frustrante ali adiante – disse o prefeito, ao ressaltar que, mesmo numa eventual liberação do funcionamento aos sábados, não estaria valendo para o próximo, dia 29.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros