Manoel Soares fala sobre sua maior fonte de inspiração - Notícias

Versão mobile

 
 

Papo Reto19/09/2020 | 05h00Atualizada em 19/09/2020 | 05h00

Manoel Soares fala sobre sua maior fonte de inspiração

O colunista escreve nas edições de final de semana do Diário Gaúcho

Manoel Soares fala sobre sua maior fonte de inspiração Arquivo Pessoal/Divulgação
Gratidão pela família Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Agradecer o que temos é mais importante do que lamentar o que não temos. Entender isso é o primeiro passo para a sabedoria. Quando olhamos para nossa família, muitas vezes, as falhas dos membros mais próximos podem nos deixar desmotivados e apáticos. 

Porém, tenho visto amigos que optaram por não construir família e curtir as farras da solteirice. Cada vez que olho as fotos postadas e as conversas que temos por vídeo, identifico uma alegria amarela, com aspecto de depressão maquiada. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Inspiração

Nessa hora, penso nas noites que passo em claro balançando meus bebês. Lembro que já faz mais de um ano que não sei o que é estar em uma pista de dança, que tenho mais intimidade com fralda suja do que com quarto de motel e, mesmo assim, entendo que foi a troca mais certa que fiz. 

Gosto de acordar a noite para ver Dinorá dormindo e os bebês rolando de uma ponta a outra na cama. Isso, para mim, é a maior fonte de inspiração. 

Sempre que uma perna é jogada sobre meu quadril em um movimento ainda sonâmbulo ou quando sinto aquela mãozinha pequena acariciando meu rosto enquanto assiste desenho, penso: o céu deve ser assim. Obrigado, preta, por ser vento, vela e porto para nossa família.

Leia outras colunas de Manoel Soares

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros