Prefeitura prevê investimento privado de R$ 29,38 milhões com renovação de paradas de ônibus em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

No ponto22/09/2020 | 09h10Atualizada em 22/09/2020 | 10h52

Prefeitura prevê investimento privado de R$ 29,38 milhões com renovação de paradas de ônibus em Porto Alegre

Pontos de espera de passageiros também terão câmeras de monitoramento e tomadas USB

Prefeitura prevê investimento privado de R$ 29,38 milhões com renovação de paradas de ônibus em Porto Alegre Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Propostas serão recebidas no dia 30 de outubro Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Depois de conceder para a iniciativa privada a instalação de placas e relógios de rua, a prefeitura de Porto Alegre busca agora empresas interessadas em manter pelo menos 813 paradas de ônibus na cidade. A abertura dos envelopes está marcada para 30 de outubro. 

Além de revitalizar os pontos de espera dos passageiros, a empresa também terá que instalar 100 câmeras de monitoramento nestes locais. Em contrapartida o parceiro privado poderá fazer a exploração publicitária dos espaços. 

Vence a concorrência quem oferecer o maior número de pontos revitalizados. O limite máximo é de 4.163 pontos de espera de passageiros. A prefeitura prevê investimento mínimo de R$ 29,38 milhões para revitalizar as 813 paradas. Os custos de manutenção desses abrigos é estimado em R$ 339 milhões. 

O edital prevê dois modelos de paradas de ônibus. Um deles terá quatro assentos e três tomadas USB. O outro contará com três assentos disponíveis. Ambos terão piso tátil e espaço para cadeirantes, iluminação artificial, proteção para vento e chuva, informações sobre circulação e atendimento, além de três pontos para publicidade. 

Segundo a prefeitura, a concessão irá atender o Centro Histórico, regiões mais periféricas, locais de visibilidade e alta demanda, além de grandes avenidas e os corredores de ônibus das avenidas Osvaldo Aranha e Protásio Alves. O prazo máximo para a instalação de todos os abrigos será de cinco anos após ser firmado o contrato.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros