Cris Silva: "Internet para se movimentar" - Notícias

Versão mobile

 
 

Lá em Casa23/10/2020 | 10h29Atualizada em 23/10/2020 | 10h29

Cris Silva: "Internet para se movimentar"

Colunista escreve sobre maternidade e família todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Internet para se movimentar" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

Se a missão de controlar o uso de telas parece quase impossível, que tal usar a tela para se divertir e manter a criançada ativa?

Como a pandemia segue sendo uma realidade, precisamos continuar nos cuidando e, claro, buscar alternativas para entreter as crianças, para minimizar os efeitos psicológicos e emocionais do isolamento e também estimular uma rotina de atividades físicas.

Leia outras colunas da Cris Silva

Foi aí que a profissional de Educação Física e mãe de duas crianças Gabriela Cangussu resolveu montar um programa de brincadeiras que une a família e é uma distração saudável para os pequenos, o “Divertindo as Crianças”. Tudo é gravado e se transforma em aulas de exercícios online dentro da plataforma Queima Diária.

– O programa teve uma procura significativa nesse período de isolamento social. Ele foi criado para desconectar os pequenos e os pais dos celulares e redes sociais, a fim de aproximar a família. O objetivo das aulas é que os pais gastem mais tempo com os seus filhos sem precisar se preocupar em como fazer isso – explica a treinadora.

A ideia é fazer com que as crianças gastem energia mesmo dentro de casa.

Segundo Gabriela, as brincadeiras foram pensadas para serem feitas em uma casa ou um apartamento, atendendo mesmo quem tem pouco espaço. As aulas duram de sete a 10 minutos e são divididas em duas séries com quatro exercícios de 40 segundos, cada.

Vamos brincar?

Busquei algumas brincadeiras do programa e trouxe aqui para vocês. Confiram!

Pulo e corrida do sapo

Gabriela Cangussu, atividade física, pandemia, crianças, divertindo as crianças,  corrida do sapo corrida do sapo 2
O pulo do sapoFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

/// Agache em posição de sapo (cócoras) e pule quando subir. Estimule a criança a pular cada vez mais alto.
/// Outra versão da brincadeira indicada pela treinadora é fazer uma corrida. Trace uma linha de chegada no chão. Ao sinal dado, os pequenos devem imitar o sapo e sair pulando até a linha. Vence quem chegar primeiro.
/// Objetivos: ampliar a coordenação motora, a agilidade e a percepção espacial

Estátua

Gabriela Cangussu, atividade física, pandemia, crianças, divertindo as crianças,estátuaestátua 3
Imitando um bichinhoFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

/// As crianças devem se movimentar imitando um animal e, quando o adulto disser: “Estátua!”, elas devem parar na posição sem se mexer. Procure fazer caretas e posições engraçadas para tornar a brincadeira ainda mais divertida. Difícil é conter o riso e permanecer imóvel ao ver os pequenos copiando os bichinhos.
/// Objetivos: ampliar a percepção das partes do corpo e explorar a imaginação.

Morto ou vivo

Gabriela Cangussu, atividade física, pandemia, crianças, divertindo as crianças,  vivo ou mortovivo ou morto 2
Fase do "morto"Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

/// Quando o adulto disser: “Morto!”, as crianças devem agachar. Quando o adulto disser: “Vivo!”, as crianças devem dar um pulinho e ficar de pé. É interessante ir aumentando o ritmo para ficar ainda mais divertido.
/// Objetivos: estimular a coordenação, agilidade e atenção.

VOCÊ SABIA?

Um levantamento feito na província chinesa de Xianxim com 320 crianças e adolescentes no início da pandemia apontou, entre diversos problemas de comportamento, que 36% estão mais dependentes dos pais, 32% sofrem de desatenção, 21% tem falta de sono e 13% estão mais agitados.

Pérola

– Mãe, a lagarta é uma borboleta que não deu certo na vida?
Valentina, quatro anos


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros