Magali Moraes e os ímãs de geladeira - Notícias

Versão mobile

 
 

Coluna da Maga05/10/2020 | 09h00Atualizada em 05/10/2020 | 09h00

Magali Moraes e os ímãs de geladeira

Colunista escreve às segundas, quartas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e os ímãs de geladeira Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Quantos deles moram na sua cozinha? Muitos, eu aposto. Unzinho que seja. A porta da geladeira é o lugar clássico, mas a lateral também é uma boa área pra colocar ímãs. Os motivos são tão variados quanto os formatos. Tem os utilitários com telefones essenciais que precisam estar sempre à vista. E tem os emotivos que estão ali pra nos alegrar: são nomes de cidades e atrações de viagens capazes de nos transportar pra lá só de olhar. Ímãs também fixam fotos, bilhetinhos e desenhos de criança.

É comum ver porta de freezer com mais ímãs no lado de fora do que comida no lado de dentro. Pode faltar gelo, só não faltam boas lembranças. Alguns ímãs são apenas decorativos. Como os de frutas, por exemplo. Quem viaja traz vários na mala pra presentear. Como pode esses pedacinhos de plástico e metal significarem tanto? Lembrei agora dos ímãs de letras coloridas de todo o alfabeto que alegravam a minha geladeira quando meus filhos eram pequenos. Dava pra formar palavras e frases.

Leia outras colunas da Maga 

Madri

Outra boa lembrança que tenho é de uma viagem onde eu levei daqui um ímã tipicamente brasileiro para o dono do apartamento que alugamos em Madri, na Espanha. Foi um pedido que ele mesmo fez: queria que a porta da sua geladeira fosse um mapa mundi onde cada hóspede deixava um pouquinho de si. Não lembro o ímã que escolhi, mas consigo me teletransportar para aquele momento. Descobrindo pelos outros ímãs deixados na geladeira as nacionalidades de quem já havia estado ali.

Nem tão poéticos são os ímãs de telentrega. Geralmente são feios. Tem imagem desbotada de pizza que chega a revirar o estômago. Tem número de telefone que grita "me chama, me chama". Desconfio que esses estão sumindo das cozinhas. Com os aplicativos pra pedir comida, quem precisa de ímã? Já os decorativos e emotivos terão sempre espaço. Dá pra transformar a porta da geladeira em um grande mural. De tudo um muito que te faça feliz. Quem sabe até uma listinha de planos? 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros