O que explica a ventania registrada em Porto Alegre nesta quinta-feira - Notícias

Versão mobile

 
 

Tempo23/10/2020 | 09h00Atualizada em 23/10/2020 | 09h00

O que explica a ventania registrada em Porto Alegre nesta quinta-feira

Rajadas devem permanecer na Capital até sábado

O que explica a ventania registrada em Porto Alegre nesta quinta-feira Eduardo Paganella / Agência RBS/Agência RBS
Rajadas chegaram a 53 km/h Foto: Eduardo Paganella / Agência RBS / Agência RBS
GZH
GZH

Registrada em diversos pontos da cidade, a ventania desta quinta-feira (22) em Porto Alegre deve continuar nos próximos dias. Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os ventos mais intensos começaram a ser registrados na terça-feira (20) e devem permanecer até sábado (24) na Capital.

De acordo com o Inmet, o vento é consequência de um grande centro de alta pressão atmosférica, localizado no Oceano Atlântico, e atinge, principalmente, o leste do Rio Grande do Sul. 

Nesta quinta, a rajada mais intensa registrada pelo Inmet foi de 53 km/h às 14h, no bairro Jardim Botânico. A velocidade é considerada moderada, conforme o meteorologista do Inmet, Gil Schreiner Russo:

— A partir de 63 km/h já podemos considerar forte. O que ocorre é que como essa velocidade fica constante, não para, causa mais transtorno para as pessoas, chama mais atenção.

Segundo ele, essa ventania é normal para o período do ano, entre o final de outubro e início de novembro.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros