Veja a lista dos vereadores eleitos em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Câmara Municipal16/11/2020 | 08h53Atualizada em 16/11/2020 | 08h53

Veja a lista dos vereadores eleitos em Porto Alegre

Karen Santos, do PSOL, foi a candidata mais votada no pleito

Veja a lista dos vereadores eleitos em Porto Alegre Ederson Nunes / CMPA/CMPA
Nova composição da Casa foi eleita neste domingo Foto: Ederson Nunes / CMPA / CMPA
GZH
GZH

Os porto-alegrenses elegeram, neste domingo (15), os 36 vereadores que ocuparão a Câmara Municipal da Capital pelos próximos quatro anos. Neste pleito, a candidata Karen Santos, do PSOL, foi a campeã de votos, ganhando o aval de 15.702 eleitores. Ela é seguida por Pedro Ruas (PSOL), Felipe Camozzato (Novo), Comandante Nadia (DEM) e Matheus Gomes (PSOL).

Nesta eleição municipal, Porto Alegre teve número recorde de candidatos ao Legislativo, com 852 postulantes — mais alto número registrado em 20 anos. As maiores bancadas ficaram com PSOL, PT e PSDB, com quatro vereadores cada.

Veja a lista dos vereadores eleitos: 

Karen Santos (PSOL) - 15.702
Professora da rede estadual, tem a educação e o combate à discriminação racial como bandeiras. Concorreu à Câmara Municipal em 2016, mas acabou como suplente. Em 2019, assumiu como vereadora após a eleição de Fernanda Melchionna para deputada federal. É a única vereadora negra na atual legislatura (2017-2020).

Pedro Ruas (PSOL) - 14.478
É advogado e ficou conhecido pela atuação em causas trabalhistas. Foi militante do PDT por anos, época em que foi secretário de Obras e Saneamento do governo Olívio Dutra (PT). Pelo PSOL, foi o vereador mais votado de Porto Alegre em 2012, com 14.610 votos. Também foi deputado estadual entre 2015 e 2018, mas não se reelegeu.

Felipe Camozzato (Novo) -  14.279
É graduado em Administração pela UFRGS e foi diretor de um grupo empresarial de serviços ambientais. Foi integrante da Banda Loka Liberal, grupo que ganhou destaque durante protestos contra a ex-presidente Dilma Rousseff. Foi reeleito para o segundo mandato.

Comandante Nadia (DEM) -  11.172
Natural de Porto Alegre, é tenente-coronel da reserva da Brigada Militar. Foi a primeira mulher a comandar um batalhão da BM. Implementou e coordenou a Patrulha Maria da Penha no RS. Era filiada ao MDB, integrou o secretariado de Marchezan e depois migrou para o DEM. Reeleita para o segundo mandato.

Matheus Gomes (PSOL) -  9.869
Aos 29 anos, é historiador, negro e ativista do movimento social há mais de uma década. Após deixar o PSTU, candidatou-se pelo PSOL a deputado estadual em 2018, mas não foi eleito. Defende as mobilizações populares e o movimento negro. 

José Freitas (Republicanos) -  5.929
É natural de General Câmara, mas reside em Porto Alegre desde os 17 anos. Foi secretário de segurança da Capital no governo de José Fortunati. Aos 53 anos, elege-se para o terceiro mandato como vereador. Graduado em gestão ambiental, é presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Porto Alegre.

Alvoni Medina (Republicanos) -  5.720
Ligado à Igreja Universal, foi eleito vereador pela primeira vez em 2016, com 7.712 votos. É natural de Encruzilhada do Sul, no Vale do Rio Pardo, mas reside em Porto Alegre desde a década de 70. Tem entre as bandeiras, a defesa dos direitos das pessoas idosas. É relator da comissão que analisa o impeachment de Nelson Marchezan (PSDB).

Leonel Radde (PT) -  5.611
É policial civil e integrante do movimento antifascista. Concorreu a deputado estadual em 2018, quando fez 10.681 votos, mas não se elegeu. Agora, conquista o primeiro mandato de vereador em Porto Alegre.

Mauro Zacher (PDT) -  5.520
Entrou na Câmara em 2004, aos 28 anos. No mesmo ano, o economista foi nomeado primeiro secretário da Juventude da história da Capital. Foi reeleito em 2008 e 2012. Em 2013, licenciou-se do cargo para assumir a Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov). Voltou a ser reeleito em 2016 e chega para seu quarto mandato.

Laura Sito (PT) -  5.390
Servidora pública de 29 anos, foi eleita como suplente de deputada estadual em 2014 e como suplente de vereadora em 2016. Jornalista, defende bandeiras vinculadas aos direitos da mulher, dos negros e da população LGBT. Atualmente, é a segunda vice-presidente do PT de Porto Alegre.

Bruna Rodrigues (PCdoB) -  5.366
Estudante de 33 anos, já havia concorrido a deputada federal nas eleições de 2018, mas não havia obtido êxito. Defende a bandeira do feminismo e a luta antirracista. Eleita para o primeiro mandato como vereadora em Porto Alegre.

Psicóloga Tanise Sabino (PTB) -  5.205
Psicóloga e natural de Porto Alegre, vai para o seu primeiro mandato na Câmara Municipal. É esposa do deputado estadual Elizandro Sabino e já foi secretária adjunta na Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Orçamento.

Jonas Reis (PT) - 5.133
Professor municipal e doutor em educação, é estreante nas eleições. Com 32 anos, tem como bandeiras a educação e a saúde. Foi diretor-geral do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa).

Roberto Robaina (PSOL) -  5.105
Formado em História, com mestrado e doutorado em Filosofia, é fundador do PSOL. Deixou o PT em 2003, quando parlamentares da sigla foram expulsos pelo comando nacional. Foi eleito para o primeiro mandato em 2016, quando conquistou cadeira de vereador em Porto Alegre. Tem 51 anos.

Kaká D'ávila (PSDB) -  5.101
Foi suplente de vereador na eleição de 2016. Desde então, trocou o PP, seu antigo partido, pelo PSDB. Com 38 anos, se notabilizou por promover uma ação chamada "delivery de currículos", onde ele ajuda pessoas que querem achar um emprego.

Mauro Pinheiro (PL)-  4.947
Vai para o quarto mandato como vereador na Capital. Tentou duas vezes se eleger como deputado estadual, mas ficou como suplente. Já foi filiado ao PT, época em que presidiu a Câmara Municipal (2015), e também pela Rede.

Fernanda Barth (PRTB) -  4.909
Aos 48 anos, é mestre em Ciência Política, palestrante e jornalista. Foi suplente de vereadora na eleição de 2016 e de deputada estadual em 2018. Entre essas eleições, migrou do PP para o Novo e, por último, para o PRTB. Eleita pela primeira vez para a Câmara Municipal.

Alexandre Bobadra (PSL) -  4.703
Concorreu a deputado federal em 2018 e acabou ficando como suplente. No partido que elegeu Jair Bolsonaro na última eleição, conta com o apoio de um dos filhos do presidente (Eduardo). Vai para seu primeiro mandato na Câmara de Vereadores.

Moisés Barboza Maluco do Bem (PSDB) -  4.703
Suplente de vereador em 2016, tendo assumido o mandato com a ida de Ramiro Rosário para o secretariado de Marchezan, agora torna-se titular. Formou-se em Gestão Pública. É o criador da ação social Malucos do Bem, dedicada a ações solidárias de conscientização para temas da juventude e iniciativas de mobilização em comunidades.

Aldacir Oliboni (PT) -  4.612
Jornalista e trabalhador da saúde, foi diretor do Sindisaúde e presidente da Associação dos Servidores do Hospital São Lucas da PUCRS. É protagonista da Via Sacra do Morro da Cruz desde 1980. Foi deputado estadual e está no quarto mandato como vereador. É líder da bancada do PT na Câmara de Porto Alegre.    

Ramiro Rosário (PSDB) -  4.471
Tem 34 anos e é natural de Porto Alegre. Foi eleito vereador em 2016 e comandou a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de 2017 a 2020. É um dos fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL) no Rio Grande do Sul e apoiou a criação de outros movimentos, como a La Banda Loka Liberal.

Mônica Leal (PP) -  4.140
Vereadora, foi presidente da Câmara Municipal e secretária da Cultura do governo Yeda Crusius. Com graduação em Jornalismo e pós-graduação em Ciência Política, é filha de Pedro Américo Leal. Em 2006, foi candidata do PP ao Senado e ficou em terceiro lugar.

Cláudia Araújo (PSD)- 4.071
Formada em Gestão Pública, é reconhecida por mais de uma década de trabalho voluntário. Tem como principais bandeiras educação, acessibilidade, saúde pública e inclusão. Em 2016, acabou ficando como suplente, mas assumiu como titular.

Marcio Bins Ely (PDT) - 4.002
Advogado e corretor de imóveis, já foi secretário municipal de Esportes, Recreação e Lazer e do Planejamento. É presidente do Creci-RS. Tentou ser deputado estadual em 2018, mas acabou como suplente. Está reeleito vereador.

Jesse Sangalli (Cidadania) - 3.814
Natural de Porto Alegre, cresceu em Viamão, onde se elegeu vereador pela primeira vez em 2016. É líder comunitário e agente de segurança no Tribunal Regional do Trabalho. Promete doar metade do salário para a saúde e projetos sociais, além de fiscalizar semanalmente hospitais e postos de saúde. 

Daiana Santos (PC do B) - 3.715
Sanitarista e educadora social de 38 anos, é moradora do Morro Santana. Militante de movimentos sociais de mulheres, negros, saúde e comunidade LGBT. Apresenta-se como idealizadora e coordenadora do Fundo das Mulheres POA, que atende chefes de família em situação de vulnerabilidade.  

Ferronato (PSB) - 3.684
Aos 64 anos, chega ao sexto mandato. Contador, professor e auditor fiscal aposentado, foi líder da bancada do PSB nos três primeiros anos da última legislatura e líder do governo até abril de 2015. Presidiu o Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) de 2001 a 2004. Candidatou-se a deputado federal, mas não se elegeu em 2018. 

Mariana Pimentel (Novo) - 3.637
Com 33 anos, é administradora e mestre em Finanças pela UFRGS. Participou de entidades empresariais como presidente do CDL Jovem, diretora do Sindilojas e membro do Ciclo Empreendedor. Tem a educação e o empreendedorismo como principais bandeiras. Eleita vereadora pela primeira vez.

Cassiá Carpes (PP) - 3.492
Nasceu em São Borja em 1953 e tornou-se figura pública primeiro pelo esporte. Foi jogador e treinador de futebol, tendo comandado o Grêmio no título do campeonato Gaúcho de 1993. Na política, foi deputado estadual e vereador, cargo para o qual está reeleito.

Cezar Schirmer (MDB) - 3.484
Foi secretário de Estado em diferentes governos de seu partido - a última passagem foi pela Segurança (José Ivo Sartori). Também foi deputado estadual e federal, além de vereador e prefeito de Santa Maria por duas vezes. Em 2019, ocupou cargo de segundo escalão no Ministério da Cidadania. Eleito para o primeiro mandato de vereador em Porto Alegre.

Giovane Byl (PTB) - 3.440
Aos 31 anos, é vereador suplente em Porto Alegre. Em 2016, concorreu pelo Solidariedade e, em 2018, se candidatou a deputado estadual pelo mesmo partido. Em sua campanha, descreve-se como líder comunitário há uma década e cristão. É também rapper e skatista.

Gilson Padeiro (PSDB) - 3.404
Padeiro de 54 anos, vai para o primeiro mandato na Câmara. Nas últimas três eleições municipais (2008, 2012 e 2016), acabou ficando como suplente, quando ainda era filiado ao PPS.  

Hamilton Sossmeier (PTB) - 3.299
Formou-se em Gestão Financeira e tem 58 anos. Ficou como suplente de vereador em 2016, mas assumiu a cadeira. Envolveu-se na política pela Juventude Democrática Social (JDS). A área social é uma de suas bandeiras. É presidente da comissão que analisa o impeachment de Marchezan. 

Idenir Cecchim (MDB) - 3.110
Administrador de empresas, foi secretário de Estado e do município. Está eleito quarto mandato como vereador em Porto Alegre. Atualmente, é presidente da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul e líder da Bancada do MDB. Em 2010, ficou como suplente de deputado estadual.

Lourdes Sprenger (MDB) - 2.522
Militante da causa animal, foi eleita vereadora de Porto Alegre pela primeira vez em 2012. Agora, vai para o terceiro mandato. É natural de Gravataí, tem formação em Contabilidade e atuou profissionalmente como auditora no setor público. 

Claudio Janta (Solidariedade) - 2.394
Tem 50 anos e chega ao terceiro mandato de vereador. Comerciário, em 2004 assumiu a secretaria-geral do sindicato da categoria na Capital. Em 2008, esteve na presidência da Força Sindical no Estado, onde também atua como dirigente nacional. Candidatou-se a deputado federal, mas não se elegeu em 2018. Eleito para o seu terceiro mandato como vereador.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros