Cris Silva: "Câncer infantil: o que você precisa saber" - Notícias

Versão mobile

 
 

Lá em Casa12/02/2021 | 08h00Atualizada em 12/02/2021 | 08h00

Cris Silva: "Câncer infantil: o que você precisa saber"

Colunista escreve sobre maternidade e família todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Câncer infantil: o que você precisa saber" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

A próxima segunda, 15 de fevereiro, é marcada como o Dia Internacional de Luta Contra o Câncer na Infância. No Brasil, o câncer infantil representa a primeira doença como causa de mortalidade abaixo de 19 anos de idade.

Como embaixadora do Instituto do Câncer Infantil aqui no Rio Grande do Sul e, há mais de dez anos, como voluntária dessa instituição, eu acompanho de perto muitas histórias e a luta que as famílias travam contra essa doença desgraçada. E uma coisa é certa: a gente PRECISA atentar aos sinais. Não só os pais, mas avós, tios, professores... porque, acreditem, quanto mais detectarmos qualquer alteração, maior é a chance de derrotar o câncer.

Chances de cura

Desde a introdução da quimioterapia no tratamento do câncer infantil há mais de 70 anos, as chances de cura da doença evoluíram de forma expressiva. Hoje, as chances de vencer uma doença que era invariavelmente fatal, se aproxima de 80% quando os pacientes são tratados em centros especializados com o protocolos adequados. 

Leia outras colunas da Cris Silva

Câncer infantil  X covid-19

Em virtude de atrasos no encaminhamento de casos suspeitos e cancelamentos de procedimentos para pacientes em tratamento, há estimativas de significativa piora da mortalidade pela doença. 

Para minimizar esse impacto negativo se torna fundamental uma união de esforços de profissionais de saúde, centros de tratamento, órgãos públicos responsáveis pelas políticas públicas de saúde.

Projeto de lei

A frente Parlamentar de Combate ao Câncer Infantil aguarda com muita expectativa aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que tem na sua essência a busca de definição de uma política pública específica para câncer infantil, que permitirá uma regulação mais eficiente de casos com suspeita ou diagnóstico confirmado de câncer.

NOVIDADE NA COLUNA

A partir de hoje, na edição impressa, teremos um Código QR ou em inglês, QR Code. Nada mais é do que um código de barras, bidimensional, que pode ser facilmente escaneado usando a câmera do celular. Esse código é convertido em texto, vídeo, site, contato telefônico ou até em uma localização.

Aqui, na minha coluna, teremos sempre um vídeo relacionado ao tema. Aproveita e descobre mais sobre o Instituto do Câncer Infantil. É de emocionar!

Pérola
– Olha, mamãe, a praça!
– Ela está cheia de ninguém.
Miriam, três anos


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros