Cris Silva: "Hora do papá" - Notícias

Versão mobile

 
 

Lá em Casa19/03/2021 | 08h00Atualizada em 26/03/2021 | 14h40

Cris Silva: "Hora do papá"

Colunista escreve sobre maternidade e família todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Hora do papá" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

Já falei outras vezes, aqui na coluna, sobre alimentação das crianças. Mas, nesta semana, recebi dois pedidos para falar sobre introdução alimentar nos bebês.

Então, já aproveito para dizer que essa fase para mim, com o Teteu, foi muito desafiadora. Milhões de opiniões, palpites e um universo de recomendações no “google” que deixa qualquer mãe bem louca. Lá em Casa, eu e meu marido escolhemos ouvir apenas a pediatra e fazer o que ela pedia. E, assim, passamos por esse momento de forma leve, divertida. Posso dizer que tivemos êxito, porque, hoje, com três anos, Teteu come super bem.

Leia outras colunas da Cris Silva

Palavra do especialista

O medo de engasgos e a experimentação de novos sabores causam dúvidas e receios na hora de cuidar dos pequenos. Segundo o médico pediatra José Paulo Ferreira, é preciso respeitar os prazos e as fases de introdução aos novos nutrientes. Até os seis meses de idade, o recomendado é apenas leite materno, pois, nesse período o sistema digestivo está amadurecendo e adaptando-se.

Mulher amamentando<!-- NICAID(14253459) -->
Leite materno é alimento exclusivo até os seis mesesFoto: Leonid / stock.adobe.com

Para a nova etapa alimentar, o pediatra reforça a importância dos cuidados com excesso de açucares e sais, pois, nessa fase o paladar da criança está em desenvolvimento e é preciso estimular costumes saudáveis.

– Após o período, começa-se com as frutas, sempre esmagadas ou raspadas, pois, elas dão sensação de saciedade e apresentam aos pequenos as novas texturas. Depois, passa-se para os legumes, batatas e cenouras bem amassadas, como um purê, com um pouquinho de sal para adaptar o paladar. Os sucos devem ser evitados até um ano de idade, pois contêm alto índice de açúcar e podem prejudicar as sensações das papilas gustativas – reforça.

Com oito meses, os bebês já estão aptos a ingerirem todo tipo de alimento, claro, usando o bom senso. Também podem desenvolver uma rotina como a dos adultos, tomando leite materno ou formula infantil de manhã cedo, uma fruta no meio da manhã, um almoço equilibrado e uma fruta ou iogurte no meio da tarde. Após, a janta e o leite de noite podem ser oferecidos. O importante, segundo o médico, é sempre priorizar a variedade de nutrientes, sabores e vitaminas.

#DICADACRIS

Comemoramos Lá em Casa, nesta semana, o aniversário do marido. Não tivemos convidados, apenas eu, o aniversariante e nossos filhos. Mas nem por isso deixei de fazer decoração e encomendar o bolo que ele mais ama. Nesse sentido, indico para vocês duas empresas familiares que estão lutando para driblar a crise financeira. 

Se vocês forem fazer algo aí na casa de vocês e quiserem decorar com balões personalizados, indico as gurias da Balões e Festas, especialistas no assunto. Se a festa for para crianças e precisarem de decoração de papel, as meninas da Tá Na Caixa produzem tudo com muito talento e variedade de temas. Lá no Instagram @festasebaloes e @tanacaixaa tem mais sobre o trabalho dessas mulheres talentosas.

Pérola
– Tia, vamos fazer um campeonato de pum?
– O quê?
– Ganhei!
Pedro, quatro anos


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros