Com 92,3% das UTIs ocupadas, RS apresenta estabilidade - Notícias

Versão mobile

 
 

Atendimento12/04/2021 | 14h42Atualizada em 12/04/2021 | 14h42

Com 92,3% das UTIs ocupadas, RS apresenta estabilidade

Balanço aponta quatro das 21 regiões com mais de 100% de ocupação em alas intensivas

Com 92,3% das UTIs ocupadas, RS apresenta estabilidade Silvio Ávila / HCPA/Divulgação/HCPA/Divulgação
Foto: Silvio Ávila / HCPA/Divulgação / HCPA/Divulgação
GZH
GZH

A ocupação geral das unidades de terapia intensiva (UTIs) públicas e privadas do Rio Grande do Sul se mantém estável neste domingo (11). Até as 17h, a taxa de ocupação estava em 92,3%. No sábado (10), esse percentual era de 93,7%

A atualização nos dados neste domingo mostra que são 3.154 pacientes em UTIs — 45 pessoas a menos que no sábado. O Estado conta com 3.411 leitos de tratamento intensivo. Do total de internados em UTIs, 73,9% são pacientes confirmados ou suspeitos para covid-19.

A taxa geral de ocupação é uma média que leva em conta os números de todo o Estado. No entanto, a superlotação no sistema pode ser registrada de forma localizada em algumas regiões. 

O balanço do governo estadual aponta quatro de 21 regiões (Uruguaiana, Cachoeira do Sul, Palmeira das Missões e Santa Cruz do Sul) com hospitais com mais de 100% de ocupação em alas intensivas. 

Em Porto Alegre, às 14h53min,  a ocupação geral de leitos era de 997 — 100,5% da capacidade

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros