Com novo decreto, municípios da Região Metropolitana se preparam para o retorno das aulas presenciais - Notícias

Versão mobile

 
 

Após mudança nas bandeiras28/04/2021 | 21h44Atualizada em 28/04/2021 | 21h44

Com novo decreto, municípios da Região Metropolitana se preparam para o retorno das aulas presenciais

Prefeituras devem publicar orientações entre quarta (28) e quinta-feira (29) para estabelecer normas e cronogramas

Com novo decreto, municípios da Região Metropolitana se preparam para o retorno das aulas presenciais Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Ambientes escolares precisam observar regras de distanciamento entre alunos Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS

Com a publicação do decreto que recolocou todo o Estado em bandeira vermelha, o Rio Grande do Sul abriu possibilidade para o retorno das aulas presenciais nas escolas públicas e particulares. Desde o início desta quarta-feira (28), prefeituras articulam normas próprias para a retomada da atividade escolar. GZH consultou administrações de 12 cidades da Região Metropolitana para verificar como deve funcionar o retorno em cada localidade.

As cidades de Alvorada, Canoas e Esteio devem publicar a decisão sobre a rede pública até a quinta-feira (29). Em Cachoeirinha, Porto Alegre e Viamão, o retorno das aulas na rede pública municipal já tem data definida. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Em Eldorado do Sul, Guaíba, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Sapucaia do Sul, as prefeituras não têm planos para retomada imediata das aulas no ensino público. Em relação ao ensino privado, a maioria das cidades liberou a retomada das aulas entre esta quarta (28) e a quinta-feira (29).

Confira como está a situação em cada cidade

Alvorada

Decisão deve ser tomada eu reunião na tarde desta quarta-feira, em reunião entre as pastas da educação e saúde.

Cachoeirinha

Aulas presenciais da rede privada estão liberadas desde quarta-feira (28), e da rede pública municipal a partir de quinta-feira (29). A rede municipal já vinha se preparando para o retorno e nesta semana reiniciou a sanitização de todas as 37 unidades públicas de ensino. A presença dos alunos não é obrigatória e as famílias podem optar em mandarem ou não as crianças para a escola. Também haverá escalonamento para o retorno. Inicialmente, voltam os primeiros anos e a educação infantil. Demais séries estão tendo seu calendário ainda definido.

Leia também
Governo publica decreto que coloca RS em bandeira vermelha e permite retomada das aulas presenciais
Há vagas: confira mais de 2,1 mil chances de colocação no mercado de trabalho

Canoas

A prefeitura deixou a responsabilidade de decisão para os moradores da cidade. Em uma enquete online que estará disponível até as 12h desta quinta-feira (29), os habitantes de Canoas devem votar se "nas escolas que integram a rede da prefeitura, as aulas presenciais devem ser retomadas" após ou antes da "vacinação dos professores e trabalhadores da educação". O site para votação foi batizado de Opinômetro.

Eldorado do Sul

Libera ainda nesta quarta-feira (28), por meio de decreto, o retorno presencial das escolas particulares, para todas as fases escolares: Infantil, Fundamental e Médio. Em relação a educação pública, as escolas ainda estão sob vigência de um decreto municipal que mantém as aulas online até o dia 31 de maio. Não há data definida para retorno na rede pública municipal.

Esteio

A Secretaria Municipal de Educação ainda avalia o novo decreto do governo estadual e deve ter uma definição entre esta quarta-feira (28) e a quinta-feira (29).

Gravataí

Rede pública municipal e privada já estão com liberação para retorno das aulas nesta quarta-feira. Porém, na rede pública, o retorno será no dia 4 de maio, de forma escalonada, iniciando pela Educação Infantil e 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. O restante do calendário de retorno ainda está em construção.

Guaíba

Publica ainda nesta quarta-feira (28) um decreto permitindo que as escolas privadas retomem as aulas. A rede pública municipal não retorna com as aulas presenciais em razão de um compromisso de governo: vacinar a comunidade escolar antes da retomada das aulas.

Novo Hamburgo

Segue com aulas remotas na rede municipal e se prepara para adotar sistema híbrido. Mas ainda não há previsão de retorno da atividade presencial. O município não interferirá na rede privada, que deve seguir o decreto estadual, podendo retornar com as atividades.

Porto Alegre

Nesta quinta-feira (29), voltam as aulas presenciais da Educação Infantil e do 1º e 2º anos do Ensino Fundamental nas escolas municipais e comunitárias. Os demais anos observarão cronograma que ainda será informado.

São Leopoldo

Sem previsão de retorno da rede pública municipal. Escolas particulares poderão reabrir nesta quinta-feira (29), mas precisam apresentar Plano de Contingência e Plano de Ação Pedagógica atualizados.

Sapucaia do Sul

As escolas particulares retornarão a partir desta quinta-feira (29). As municipais ainda não tem previsão de retorno.

Viamão

As aulas na rede pública retornam de maneira escalonada em maio. Primeiro, a partir do dia 5 de maio, a Educação Infantil. Depois, vem o Ensino Fundamental — no dia 6 de maio, o 1º ano e no dia 7, o 2º ano.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros