Secretaria da Saúde de Porto Alegre suspende vacinação de gestantes contra a covid-19 com doses de Oxford - Notícias

Versão mobile

 
 

Após recomendação11/05/2021 | 09h47

Secretaria da Saúde de Porto Alegre suspende vacinação de gestantes contra a covid-19 com doses de Oxford

Prefeitura orienta que grávidas se direcionem às quatro unidades de saúde onde são disponibilizadas as vacinas da Pfizer

Secretaria da Saúde de Porto Alegre suspende vacinação de gestantes contra a covid-19 com doses de Oxford Antonio Valiente / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

A Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre optou por suspender a imunização de gestantes com doses das vacinas Oxford/AstraZeneca a partir desta terça-feira (11). A interrupção é consequência de nota divulgada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta segunda (10)

Segundo o comunicado da Anvisa, a decisão leva em conta as informações da bula atual da vacina Oxford/AstraZeneca, que não recomenda o uso da vacina sem orientação médica. O imunizante vinha sendo usado em gestantes com comorbidades. Com a nova orientação, só podem ser aplicadas em grávidas as vacinas da CoronaVac e da Pfizer. 

A SMS orienta as gestantes a se direcionarem às quatro unidades de saúde onde são disponibilizadas as vacinas da Pfizer: IAPI, Santa Marta, Modelo e Santa Cecília, das 8h às 17h.

Suspensão em outras cidades

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) ainda avalia a recomendação da Anvisa para uma orientação oficial. Enquanto isso, outras cidades já se manifestam. Em Santa Maria, a vacinação contra a covid-19 para grávidas foi suspensa, e a prefeitura aguarda posicionamento oficial da SES para verificar se todas as demais ações destinadas para esse público serão suspensas em definitivo.

Com doses de CoronaVac utilizadas apenas para segunda aplicação no momento, Rio Grande também optou pela interrupção da imunização deste público-alvo. Pelotas, também no sul do RS, Canoas, na Região Metropolitana, e Caxias do Sul, na Serra, suspenderam a imunização.

Presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS), Maicon de Barros Lemos, orientou que todas as prefeituras interrompam a vacinação. Uma nota será divulgada em instantes.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros