Cris Silva: "Mas tem um monstro lá!" - Notícias

Versão mobile

 
 

Lá em Casa02/07/2021 | 09h00Atualizada em 04/07/2021 | 14h15

Cris Silva: "Mas tem um monstro lá!"

Colunista escreve sobre maternidade e família todas as sextas-feiras

Cris Silva: "Mas tem um monstro lá!" Agência RBS/Agência RBS
Cris Silva Foto: Agência RBS / Agência RBS

Meu filho, Matheus, está com três anos. Os últimos meses foram de intensas transformações no desenvolvimento. Tenho quase certeza de que ele está na tal “terrible twos”, a chamada adolescência dos bebês. Especialistas dizem que é a fase em que a criança passa a se perceber como indivíduo, com desejos e opiniões próprias, e vive a necessidade de tomar decisões e fazer escolhas por si mesma.

Só que acho que ele também entrou na fase do medo. E é do escuro. Se um quarto está na escuridão, não tem jeito: ele não vai entrar. Pode ter o brinquedo mais incrível lá dentro.

Perguntei porque ele não entrava, e a resposta foi rápida: 

– Tem um monstro lá.

– Lá, aonde Teteu? – perguntei.

– Lá embaixo da cama! – respondeu.

Uma hora é embaixo da cama, outra dentro do guarda-roupas, nem ele sabe bem onde o monstro se esconde. 

O medo do escuro tem a ver com o medo do desconhecido, do que pode ser uma ameaça. Na medida em que as crianças passam a fantasiar, o vazio é preenchido com o que a imaginação permitir, sem que elas tenham controle. 

Leia outras colunas da Cris Silva

Palavra da especialista

Segundo a pedagoga Mariana Kroeff, o medo infantil se apresenta de acordo com a capacidade de desenvolvimento da criança, de uma forma lúdica: “Tem um monstro no meu armário, tenho medo do escuro”.

O medo é uma emoção, um sentimento necessário para a sobrevivência. Ele precisa ser sentido e é uma ferramenta de proteção. Portanto, é importante validá-lo, porque isso é real para a criança.

Então, como mediar isso? Diga que entende o medo dela. Isso fortalecerá a sua autoestima, ela entenderá que é compreendida pelos seus medos e que sentir medo, todo mundo sente.

Por exemplo, se ela acha que tem um monstro sob a cama, que tal um borrifador contra monstros? Basta usar a imaginação, colocar água num frasco e usá-lo para repelir esse “inimigo”. Se tem medo de ficar sozinho no quarto, que tal usar objetos e brinquedos (urso de pelúcia, super heróis)? 

Superar esse momento, lidar com o medo na infância é importantíssimo para vida..

Ilustrações sobre o medo do escuro.#PÁGINA:02 Fonte: Reprodução Fotógrafo: Patrícia Lima<!-- NICAID(1781446) -->
Medo vem manifestado com ludicidadeFoto: Ver Descrição / Ver Descrição

Dicas para ajudar a lidar com o medo do escuro

1. Ser bom ouvinte

/// Não ridicularizar o medo dos pequenos é importante para que eles sintam confiança em lhes contar sobre suas angústias e medos, e, assim, começar a enfrentá-los.

2. Não ser indiferente ao seu sofrimento

/// O medo de algo real é sentido com a mesma intensidade do que o medo de algo irreal. As sensações de apreensão, ansiedade e temor são as mesmas, independentemente de o nosso medo ser justificável ou não. Portanto, dê atenção aos sentimentos de seu pequeno, mostre que, embora você não os entenda, você os respeita e está lá para ajudar como puder.

3. Adultos também sentem medo

/// É reconfortante saber que não estamos sozinhos. Conte ao seu pequeno sobre suas experiências de quando era criança. Conte sobre seus medos e sobre os meios que encontrou para superá-los. 

4. Realize mudanças no ambiente

/// Garanta que seu pequeno sinta-se confortável em sua própria cama e que a iluminação esteja adequada. Vocês podem combinar de deixar um abajur ao alcance, uma luz fraca acesa ou uma porta entreaberta, para que ele sinta-se mais seguro. 

5. Procurar ajuda de um profissional

/// Caso o medo tenha se tornado algo que venha a incomodar muito seu pequeno e a prejudicar seu desenvolvimento, vale a pena procurar um profissional. 

6. Ler uma história antes de dormir

/// Além de estabelecer um ritual que favorece o sono, pode promover imagens mentais agradáveis para afastar o medo e, de quebra, fortalecer o laço afetivo entre vocês.

Amanhã: último Posso Entrar?

Neste sábado, estarei pedindo para entrar pela última vez nesta temporada. Passou tudo tão rápido e foi tão legal que te convido a acompanhar esse último episódio, na RBS TV, depois do Jornal Hoje. 

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - 28.04.2021 - Nova temporada do Posso Entrar?. Neste sábado, estreia a nova temporada do programa, na RBS TV. Na foto, Cris Silva. (Foto: Félix Zucco/Agencia RBS)<!-- NICAID(14768883) -->
Reta final!Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Duas histórias: a da arquiteta Karol que se formou e abriu um escritório para atender sua comunidade na Restinga, e tem ainda a cumplicidade entre tutora e animal, a amizade da dona Suzana e cachorrinha Nina. Mais: uma entrevista com o cantor Serginho Moah, falando sobre carreira e novos projetos, e uma conversa com a apresentadora do Se Joga, na Globo, Fernanda Gentil. 

Tudo isso e muito mais, a partir das 14h. Até lá!

Pérola

– Filha, você já vai fazer seis anos. Precisa aprender a dormir na sua cama.
– Mamãe, você já tem 30 e ainda dorme com o papai...
Rafaela, cinco anos


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros