Magali Moraes e os bombeiros heróis - Notícias

Versão mobile

 
 

Coluna da Maga26/07/2021 | 09h00Atualizada em 26/07/2021 | 09h00

Magali Moraes e os bombeiros heróis

Colunista escreve às segundas e sextas-feiras no Diário Gaúcho

Magali Moraes e os bombeiros heróis Fernando Gomes/Agencia RBS
Magali Moraes Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Desde que a pandemia começou, passamos a conviver com mortes em grande quantidade. Os números sempre crescentes despertaram diversos sentimentos: medo, revolta, angústia e até mesmo apatia. Justamente por serem tantas mortes, a gente nem conseguia mais se colocar no lugar de todas as famílias sofrendo por suas perdas. Quando o número arredondou para 500.000 no Brasil, aí a ficha caiu. O impacto foi gigantesco, idem a dor. Mortes inesperadas que poderiam ter sido evitadas com vacina.

Semana passada, uma notícia sobre o incêndio devastador no prédio da Secretaria de Segurança Pública aqui em Porto Alegre trouxe à tona outro tipo de dor. Aquela que faz parte da rotina de quem escolhe uma profissão que coloca a sua vida em risco pra salvar a vida de muitos. Os meus sentimentos para as famílias do tenente Deroci de Almeida Costa e do sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, os dois bombeiros encontrados mortos após dias desaparecidos nos escombros da SSP-RS.

Leia outras colunas da Maga

Cinema

É aquela grande verdade: no dia a dia, os heróis não usam capa. Diferentemente dos quadrinhos, os seus superpoderes são empatia, compaixão e comprometimento. Especialmente os profissionais que desafiam a própria sorte ao cumprirem seu trabalho. Vemos no cinema tantas cenas de bombeiros em ação, sabendo que no fim tudo dá certo. Mas são atores usando dublês em cenas perigosas. Na vida real, o fogo queima mesmo. As paredes de um prédio ardendo em chamas podem desmoronar a qualquer momento. 

O tempo passa, e logo novos dramas e tragédias vão disputar a nossa atenção. Novos heróis surgirão (tomara que eles nunca nos deixem na mão). Por isso, nada mais justo do que prestar as devidas homenagens a quem sai pra trabalhar e leva junto a coragem. Não me refiro somente aos bombeiros experientes que perderam a vida nesse incêndio. Mas também a seus colegas, que incansavelmente continuaram as buscas e também se arriscaram munidos de esperança, determinação e muita força.     


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros