Funcionários da Carris protestam contra privatização da empresa e aprovação da retirada gradual de cobradores dos ônibus - Notícias

Versão mobile

 
 

Transporte público02/09/2021 | 09h51Atualizada em 02/09/2021 | 09h54

Funcionários da Carris protestam contra privatização da empresa e aprovação da retirada gradual de cobradores dos ônibus

Manifestantes realizam ato em frente à garagem da companhia, na zona leste de Porto Alegre

Funcionários da Carris protestam contra privatização da empresa e aprovação da retirada gradual de cobradores dos ônibus Ronaldo Bernardi / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS / Agencia RBS

Em razão da aprovação da retirada gradual de cobradores dos ônibus e em protesto contra a proposta que prevê, entre outras alternativas, a privatização da Carris, rodoviários da empresa fazem uma nova manifestação nesta quinta-feira (2). O ato ocorre em frente à garagem da companhia, no bairro Partenon, na zona leste de Porto Alegre.

Às 4h40min, cerca de 70 pessoas estavam no local e decidiram aderir ao protesto.

Segundo Marcelo Weber, representante da comissão de funcionários da Carris, os ônibus vão circular nesta quinta-feira, mas apenas com 65% da frota, conforme foi acordado com a Justiça. Alguns coletivos já deixaram a garagem, com uma faixa preta no para-brisa.

A expectativa dos manifestantes é ir a outros terminais e coletar assinaturas para um abaixo-assinado contra o projeto apresentado pela prefeitura à Câmara de Vereadores que propõe a desestatização da empresa. Dependendo do movimento em frente à garagem, pode ocorrer uma caminhada pelas vias da Capital.

Não há previsão de manifestação em outros consórcios. Brigada Militar, Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Guarda Municipal estão no local.

A situação será observada desde as primeiras horas da manhã, segundo a prefeitura. Entre as alternativas, está a liberação de linhas de lotação com passageiros em pé no veículos. Outras medidas também serão avaliadas. As informações sobre a situação do transporte e trânsito serão divulgadas em tempo real na conta da EPTC no twitter (@eptc_poa).

Na noite de quarta-feira (1º), a Câmara de Vereadores aprovou o projeto de lei que desobriga as empresas a manterem cobradores. Os demais projetos que compõem o pacote do Executivo para o transporte público da Capital ainda abarcam propostas de privatização da Carris e de redução das isenções, além do projeto de lei que prevê a restrição do passe estudantil nos coletivos aos estudantes de baixa renda.

Em audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4), realizada na quarta, ficou garantida a manutenção parcial dos serviços da Carris, com a circulação de 65% da frota durante todo o dia.

Transtorno aos passageiros

Os passageiros estão sentindo o impacto da redução das linhas de ônibus nesta quinta-feira na Capital. No Terminal Triângulo, a espera era grande no começo da manhã, e grandes filas se formaram

Às 6h15min, mais de 50 pessoas esperavam pelo T7, que costuma chegar às 5h45min. Quando o coletivo chegou, 30 usuários ficaram de fora e tiveram que aguardar na parada.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros