Lotes de CoronaVac interditados pela Anvisa devem chegar nesta segunda ao Estado  - Notícias

Versão mobile

 
 

Imunização05/09/2021 | 12h58Atualizada em 05/09/2021 | 12h58

Lotes de CoronaVac interditados pela Anvisa devem chegar nesta segunda ao Estado 

Governo do RS vai reter as doses até receber orientações da agência reguladora sobre vacinas que teriam sido envasadas em laboratório sem autorização

Lotes de CoronaVac interditados pela Anvisa devem chegar nesta segunda ao Estado  Antonio Valiente / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

Além dos 184 mil imunizantes da CoronaVac que chegaram neste domingo (5), outros dois lotes da vacina do Butantan, somando 299.400 doses, estão previstos para aterrissarem na segunda-feira (6) em Porto Alegre. De acordo com a  Secretaria Estadual de Saúde (SES), essas novas remessas de CoronaVac referem-se às vacinas que tiveram sua aplicação proibida pela  Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Em todo o Brasil, 12,1 milhões de doses foram repassadas e não podem ser aplicadas por terem sido envasadas por um laboratório sem autorização da Anvisa. A SES afirmou ainda que, caso os lotes gaúchos sejam entregues de fato, os imunizantes ficarão retidos na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi) até receberem uma nova orientação da agência reguladora.

Segundo o Instituto Butantan, os imunizantes barrados "são seguros para a população". "O Instituto Butantan encaminhou à Anvisa há 15 dias toda a documentação necessária para a certificação do processo de produção em que foram feitas essas doses. Por isso, tem convicção que será concedida em breve. (...) Reafirmamos, no entanto, que todas as doses que saíram da unidade fabril estão atestadas pelo rigoroso controle de qualidade do Butantan", diz um trecho do comunicado emitido pela instituição nesse sábado.

O quantitativo recebido neste domingo será utilizado para a aplicação de primeira e segunda doses em todo o Rio Grande do Sul - parte dele deve ser repassado aos municípios na próxima quarta-feira (8) após a validação da Ceadi. Nesta segunda, também está prevista a chegada de 105.300 doses produzidas pela Pfizer, que serão direcionadas exclusivamente para a segunda aplicação, que completa o esquema vacinal. A SES indicou que estes imunizantes, por sua vez, "serão enviados aos municípios no momento certo".

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros