Mais de 33 mil ingressos ainda não foram vendidos para os últimos dias da Expointer - Notícias

Versão mobile

 
 

Entradas disponíveis10/09/2021 | 21h20Atualizada em 10/09/2021 | 21h20

Mais de 33 mil ingressos ainda não foram vendidos para os últimos dias da Expointer

Tíquetes são limitados a 15 mil por dia. Evento termina no próximo domingo

Mais de 33 mil ingressos ainda não foram vendidos para os últimos dias da Expointer Lauro Alves / Agencia RBS/Agencia RBS
Desfile dos campeões foi realizado nesta sexta-feira Foto: Lauro Alves / Agencia RBS / Agencia RBS

O público que deseja visitar o Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, ainda tem entradas disponíveis para os últimos três dias de Expointer. Ao meio-dia desta sexta-feira (10), haviam sido vendidos 3,2 mil ingressos para o próprio dia, 5,1 mil para sábado e 3,1 mil para domingo, a despedida da edição 2021.

Os tíquetes são limitados a 15 mil por dia. Com isso, restam 33,6 mil bilhetes — que são comercializados pelo site oficial do evento. Nos portões 3 e 13, há equipes especializadas para auxiliar na aquisição e download do código de acesso, com wi-fi gratuito disponível.

A manhã desta sexta teve circulação tranquila nos corredores do pavilhão da Agricultura Familiar. Às 10h, menos de cem pessoas haviam passado pelas catracas, número exposto em um painel digital afixado à parede. Já no meio da tarde passada, o total havia ultrapassado 700.

Assador José Luis da Silva, na Expointer<!-- NICAID(14886412) -->
José Luis da Silva, 70 anos, assador do restaurante Hampshire DownFoto: Tiago Boff / Agencia RBS

— Tem carne boa, pode vir — convidava o assador José Luis da Silva, 70 anos, do restaurante Hampshire Down.

O churrasqueiro tinha olhar atento aos 30 quilos de ovelha distribuídos em uma dezena de espetos. 

Leia mais
Como funciona a venda de ingressos pela internet para a Expointer

Antes do horário do almoço, o fluxo se concentrou no entorno da pista principal, onde era realizado o desfile dos campeões. Porto-alegrense conquistado pelo campo, o narrador do desfile, Ronaldo Pinto Gomes, 65 anos, se mostrava ansioso pelo início da festividade. 

 — É um momento muito nobre, mas que exige que a gente estude a pronúncia dos nomes, já que são muitas raças  —  explica.

Desfile de cavalos e acrobacias em um arco em chamas integraram o ato, iniciado às 10h.

Os ingressos custam R$ 13, com meia entrada a R$ 6 para estudantes e idosos. Crianças com menos de 6 anos não pagam. O estacionamento custa R$ 32 e não isenta o motorista de compra do tíquete de acesso.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros