Quais são os 10 bairros de Porto Alegre com mais pessoas vacináveis não imunizadas - Notícias

Versão mobile

 
 

Covid-1916/09/2021 | 09h40Atualizada em 16/09/2021 | 09h40

Quais são os 10 bairros de Porto Alegre com mais pessoas vacináveis não imunizadas

Segundo a prefeitura, 57.638 moradores aptos a serem imunizados contra o coronavírus ainda não tomaram nenhuma dose

Quais são os 10 bairros de Porto Alegre com mais pessoas vacináveis não imunizadas Antonio Valiente / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

A prefeitura de Porto Alegre divulgou, nesta quarta-feira (15), que  57.638 moradores aptos a serem imunizados contra o coronavírus  ainda não tomaram nenhuma dose de vacina contra a covid-19. Ao cruzar dados da vacinação com o Cadastro Único (CadÚnico), o município também identificou que 66% desse total está no registro do sistema de programas sociais. 

A pesquisa feita pelos economistas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo utilizou georreferenciamento, detectando as regiões onde estão os moradores não vacinados na cidade. No ranking dos 10 bairros com mais pessoas vacináveis não imunizadas estão: 

  • Restinga (9%)
  • Lomba do Pinheiro (6,2%)
  • Santana (5,2%)
  • Sarandi (5%)
  • Santa Tereza  (4,6%)
  • Santa Rosa de Lima (4,1%)
  • Mário Quintana (3,4%)
  • Bom Jesus (3,3%)
  • Partenon (2,8%) 
  • Morro Santana (2,8%) 

O prefeito em exercício, Ricardo Gomes, anunciou ações que serão adotadas pela prefeitura para intensificar a vacinação na Capital a partir desta quinta-feira (16). Porto Alegre tem hoje população vacinavel, acima de 12 anos, é de 1.130.717

Os 10 bairros com mais pessoas não imunizadas deverão ser contemplados com ônibus circular gratuito no dia 2 de outubro, Dia Nacional de Multivacinação, a fim de levar os moradores aos locais de vacinação.  

Segundo o Vacinômetro da prefeitura, 95% dos porto-alegrenses vacináveis estão com a imunização completa ou parcialmente. O estudo tem o objetivo de analisar quem são e onde estão os 5% (57.638 pessoas) que ainda não buscaram o serviço. A população vacinável é formada por pessoas acima de 12 anos e está estimada em 1.130.717.

Mas, ao se considerar o total a população da Capital de quase 1,5 milhão de habitantes, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES), os percentuais de imunização são de 71,5% para a primeira dose e de 46,3% para quem tem o esquema em duas doses ou com a vacina da Janssen, que é de apenas uma injeção. 

Para fins de proteção coletiva, a chamada imunidade de rebanho, especialistas afirmam que é necessário a imunização completa de 70% a 75% da população total para cortar a cadeia de contaminação do vírus. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros