RS decide manter vacinação de adolescentes sem comorbidades - Notícias

Versão mobile

 
 

Imunização22/09/2021 | 08h03Atualizada em 22/09/2021 | 08h03

RS decide manter vacinação de adolescentes sem comorbidades

Novo lote da vacina da Pfizer será usado para jovens de 16 e 17 anos 

RS decide manter vacinação de adolescentes sem comorbidades Marcelo Casagrande / Agencia RBS/Agencia RBS
Rio Grande do Sul seguirá com a vacinação de adolescentes Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS / Agencia RBS

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) definiu que vai continuar vacinando contra a covid-19 adolescentes sem comorbidades com o imunizante da Pfizer, ainda que o Ministério da Saúde recomende a suspensão do grupo, neste momento. A decisão da SES foi tomada nesta terça-feira (21) em reunião da Comissão Intergestores Bipartite, na qual participam gestores municipais e estaduais.

De acordo com o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/RS), Maicon Barros Lemos, a decisão do Estado está baseada no parecer da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no qual o órgão recomenda a vacinação do grupo de 12 a 17 anos sem comorbidades. Segundo a Anvisa, o benefício da vacina da Pfizer é maior do que o risco.

– Entendemos  que é hora de vacinar as nossas crianças e adolescentes, garantindo assim a imunização para essa parcela da população que, embora tenha um menor percentual de acometimento pela doença, é um público que circula muito – afirma Lemos, destacando que o Estado também seguirá na ampliação da vacinação das pessoas acima de 18 anos e na aplicação da dose de reforço em idosos acima de 70 anos e pessoas imunossuprimidas.

Nos últimos dias, o Rio Grande do Sul recebeu pouco mais de 925 mil vacinas, entre Pfizer, CoronaVac e AstraZeneca. Ficou acordado que, do total, 350 mil serão usadas para primeira dose, sendo cerca de 165 mil doses da Pfizer destinadas para imunizar adolescentes.  

De acordo com a SES, o objetivo dessas doses é vacinar a totalidade dos jovens com 17 anos e 58% daqueles com 16. Municípios com estoques do imunizante estão autorizados a dar seguimento às faixas etárias subsequentes. 

A distribuição das vacinas ocorre a partir de quarta-feira (22). 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros