Saiba até quando vai a onda de calor no RS - Notícias

Versão mobile

 
 

Previsão do tempo02/09/2021 | 08h31

Saiba até quando vai a onda de calor no RS

Cidades gaúchas podem registrar até 35°C na quinta-feira, mas uma frente fria diminuirá as máximas a partir de sábado

Saiba até quando vai a onda de calor no RS Lauro Alves / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

O período de tempo firme, sol e calor no Rio Grande do Sul está com os dias contados. Até sexta-feira (3), a tendência é de elevação nas temperaturas, mas uma frente fria deve chegar no sábado (4), trazendo chances de geada para os Campos de Cima da Serra e instabilidade para todo o território gaúcho. 

De acordo com a Somar Meteorologia, os primeiros dias de setembro serão caracterizados pelas máximas elevadas. Nesta quarta-feira (1º), as cidades de Porto Xavier, Vicente Dutra e Porto Lucena podem registrar 33°C, por exemplo. Na Capital, os termômetros devem chegar a 29°C.

Já na quinta-feira (2), a máxima prevista para Vicente Dutra e Novo Tiradentes, no Norte, é de 35°C, enquanto Porto Alegre poderá marcar até 30°C. Na sexta, os termômetros não devem passar de 29°C. Neste este período, pode chover fraco, mas a instabilidade ficará concentrada na zona sul do Estado, especialmente na região de Santa Vitória do Palmar, explica o meteorologista Celso Oliveira.

No sábado, a chegada de uma frente fria diminuirá as máximas e fará com que a próxima semana seja marcada por temperaturas mais baixas. O que chama a atenção, segundo Oliveira, é a persistência do frio, que não chega a ser extremo — como aquele observado em julho —, mas se manterá por alguns dias seguidos: 

— A tendência é de que tenha uns cinco ou seis dias com temperaturas baixas e apenas a partir do dia 11 de setembro volte a fazer calor no Estado.  

Em Porto Alegre, a máxima deve ficar próxima dos 20°C no sábado — 7°C a menos do que o previsto para sexta-feira. Em Caxias do Sul, os termômetros podem chegar a 22°C, porque a frente fria ainda não terá atingido completamente a serra gaúcha.  

O meteorologista destaca que essa alternância entre temperaturas eventualmente mais altas e quedas significativas, associadas à chegada de uma frente fria, já é característica dos efeitos da primavera. Entretanto, a virada do tempo também poderá vir acompanhada de ventos fortes.  

— Não é uma queda brusca, porque não vai fazer um calor muito intenso, mas, de qualquer forma, pode ocasionar ventos fortes por conta do contraste térmico — esclarece. 

A condição trará ainda a instabilidade: a partir do final de semana, a chuva deve se espalhar por boa parte do Rio Grande do Sul e se manter durante todo o feriadão da Independência. Na segunda-feira (6), a formação de um sistema de baixa pressão poderá inclusive ocasionar temporais na metade sul do Estado, principalmente na região de Bagé e Pelotas. Na terça (7), no entanto, os acumulados devem ser mais baixos. 

Além disso, Oliveira ressalta que, a partir de 8 de setembro, há chance de geada nos Campos de Cima da Serra. Essa condição, segundo ele, pode prosseguir até o dia 10.  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros