Alberi Neto: "Sim, o ano está acabando" - Notícias

Versão mobile

 
 

Direto da Redação27/10/2021 | 10h23Atualizada em 27/10/2021 | 10h23

Alberi Neto: "Sim, o ano está acabando"

Jornalistas do Diário Gaúcho opinam sobre temas do cotidiano

Alberi Neto: "Sim, o ano está acabando" Agência RBS / Agência RBS/Agência RBS
Direto da Redação Foto: Agência RBS / Agência RBS / Agência RBS

Chegou aquela época do ano que a gente passa na frente de uma loja, vê uma decoração natalina e brada: “Meu Deus, o ano já está acabando de novo”. O mesmo acontece quando a gente passa por aquela montanha de panetones no supermercado. Mas, sim, caro leitor, o ano está acabando, como acontece sempre que dezembro se aproxima e depois chega ao fim.

Acredito que não sou só eu quem está de mãos para o alto com o fim de 2021. Mesmo que a passagem do ano seja simbólica, 2022 é um ano que vai chegar com muita responsabilidade e pressões a serem correspondidas. Se neste ano a gente esperava uma transição para vida normal, no ano que vem temos certeza disso. Braços vacinados e uma corrida para recuperar todos os beijos e abraços que deixamos para trás desde março de 2020.

Confira outras colunas Direto da Redação

Pedidos

Eu desejo para 2022 bem menos do que eu coloquei nos ombros de 2021. Quando este ano começou, escrevi nas redes sociais que queria três coisas: vacina, reciprocidade das pessoas e que as boas energias que a gente emana retornem para nós também. A segunda dose já está no braço, encontrei reciprocidade em vários cantos da minha vida neste ano. E as energias que eu joguei pro mundo, acreditem, também voltaram para mim.

Que a gente faça como aqueles clichês que se avizinham em cartazes motivacionais todo final de ano: vamos refletir sobre tudo o que passou e buscar melhorar. Mas o que eu quero mesmo dizer é: vamos com calma com 2022. Ele é tipo aquele primo da família que todo mundo tem muita expectativa de que vai ser um sucesso. Então, vamos fazer o possível para não deixar ele bitolado das ideias. 

Que 2022 seja, pelo menos... um ano bom, melhor do que esses dois últimos turbulentos e problemáticos que passaram. Sem muita pressão nesse bebê que ainda nem nasceu. 


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros