Em Canoas, curso gratuito forma mulheres motoristas de caminhão betoneira: inscrições se encerram nesta sexta-feira - Notícias

Versão mobile

 
 

Há Vagas 21/10/2021 | 11h43Atualizada em 21/10/2021 | 11h43

Em Canoas, curso gratuito forma mulheres motoristas de caminhão betoneira: inscrições se encerram nesta sexta-feira

Alguns pré-requisitos são exigidos, como ter carteira de habilitação na categoria D

Em Canoas, curso gratuito forma mulheres motoristas de caminhão betoneira: inscrições se encerram nesta sexta-feira Divulgação / Engemix/Engemix
Caminhão é usado no transporte de cimento Foto: Divulgação / Engemix / Engemix

A empresa Engemix, pertencente à Votorantim Cimentos, está com inscrições abertas para o Programa Mulheres VC – Curso Profissionalizante para Motoristas de Betoneira. Serão oferecidas 10 vagas exclusivas e gratuitas para mulheres da região de Canoas apreenderem a operar um caminhão betoneira – veículo que faz a preparação e a mistura do concreto para depois ser entregue em obras de construção. 

As candidatas interessadas em participar do curso de formação profissional devem fazer a inscrição somente até esta sexta-feira (22) clicando neste link.  

Para se inscrever é necessário ter mais de 18 anos, carteira de habilitação categoria D, experiência com operação de veículos transporte de carga, Ensino Fundamental completo e comprovação de experiência por Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). 

O curso será ministrado pelo Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT). As participantes aprovadas receberão certificado no final da formação. As aulas serão realizadas de segunda a sexta, entre os dias 5 e 29 de novembro, em formato online e presencial no SEST/SENAT, que fica na Avenida José Aloisio Filho, 695, Bairro Humaitá, em Porto Alegre. 

 LEIA MAIS  
Confira mais de 5,4 mil oportunidades de emprego e estágio
Unidade móvel do Sine oferece nesta quinta-feira mais de 450 empregos 

O Curso Profissionalizante para Motoristas de Betoneira visa desenvolver as várias habilidades que a função exige, bem como fazer uma inserção no universo da segurança do transporte, dos caminhões e ainda saber mais sobre o concreto, que não é uma carga comum. Uma betoneira, por exemplo, pesa cerca de 40 toneladas e tem volume similar a uma carreta.

O concreto é comparado a uma carga viva pelas limitações e cuidados que exige. Ao sentar-se ao volante, quem conduz a betoneira precisa cuidar durante os trajetos com curvas, freadas bruscas, evitar subidas, cuidar com a limitação na cidade de circulação pelo peso, tudo isso porque o concreto "trabalha" e pode escorrer. O produto também tem um prazo de validade determinado – ou seja, se atrasar a entrega, toda carga pode ser perdida.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros