YouTube remove live em que Bolsonaro relaciona vacina contra covid-19 com aids - Notícias

Versão mobile

 
 

Sem evidência científica26/10/2021 | 09h08Atualizada em 26/10/2021 | 09h08

YouTube remove live em que Bolsonaro relaciona vacina contra covid-19 com aids

Canal ficará suspenso por uma semana

YouTube remove live em que Bolsonaro relaciona vacina contra covid-19 com aids YouTube / Reprodução/Reprodução
Vídeo foi removido na noite desta segunda-feira Foto: YouTube / Reprodução / Reprodução
GZH
GZH

A plataforma de vídeos YouTube removeu, no início da noite desta segunda-feira (25), a live em que o presidente Jair Bolsonaro faz uma afirmação relacionando a vacina contra covid-19 com o desenvolvimento de aids. De acordo com o G1, o canal ficará suspenso por uma semana.

A decisão ocorre após Facebook e Instagram removerem o conteúdo

O presidente recebeu agora o primeiro aviso do YouTube, chamado strike — termo usado para indicar que a medida resultará em uma punição para o canal.

"Removemos um vídeo do canal de Jair Bolsonaro por violar as nossas diretrizes de desinformação médica sobre a covid-19 ao alegar que as vacinas não reduzem o risco de contrair a doença e que causam outras doenças infecciosas. As nossas diretrizes estão de acordo com a orientação das autoridades de saúde locais e globais, e atualizamos as nossas políticas à medida que a orientação muda. Aplicamos as nossas políticas de forma consistente em toda a plataforma, independentemente de quem for o criador ou qual a sua opinião política", afirmou o YouTube.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros