Maioria das universidades privadas gaúchas planeja retorno totalmente presencial para 2022 - Notícias

Versão mobile

 
 

Ensino Superior04/11/2021 | 10h01Atualizada em 04/11/2021 | 10h01

Maioria das universidades privadas gaúchas planeja retorno totalmente presencial para 2022

Atualmente, grande parte das instituições de ensino tem como modelo vigente o ensino híbrido

Maioria das universidades privadas gaúchas planeja retorno totalmente presencial para 2022 Carlos Edler / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Carlos Edler / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

Tendo em vista a melhoria nos indicadores epidemiológicos da pandemia e o aumento significativo nos índices de vacinação da população, as universidades privadas gaúchas já planejam a retomada presencial plena das atividades para o próximo ano. O retorno deve ocorrer logo no primeiro semestre de 2022, que inicia em diferentes datas, de acordo com as instituições de ensino.

Atualmente, a maioria das universidades privadas tem como modelo vigente o ensino híbrido, quando parte das atividades são remotas e outra presencial. É o caso, por exemplo, da ESPM Porto Alegre e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

A Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), pública, também prevê a retomada das atividades para o ano que vem. A situação se repete entre as instituições de ensino federais, como pode ser conferido nesta matéria. Veja, abaixo, qual o plano de retorno de oito universidades do Rio Grande do Sul:

ESPM

A ESPM Porto Alegre vai continuar com o modelo híbrido até o final deste ano. A partir do primeiro semestre de 2022, a universidade retomará as atividades de forma totalmente presencial. 

Feevale

A partir de 3 de janeiro de 2022, a Universidade Feevale terá 100% de suas atividades no formato presencial. Com isso, todas as aulas de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão retornarão aos três campi da instituição de ensino, que atua de forma remota ou híbrida desde 17 de março do ano passado.

De acordo com a Feevale, os protocolos de segurança serão mantidos e atualizados conforme as orientações das autoridades sanitárias. A instituição possui dois campi em Novo Hamburgo e um em Campo Bom.

PUCRS

Atualmente com o modelo híbrido, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) já oferece opções de aulas presenciais para todos. Segundo a universidade, se mantidas as condições sanitárias atuais, as aulas presenciais da graduação e pós-graduação serão retomadas no próximo semestre. Nos cursos presenciais, conforme suas características próprias, serão também ofertadas disciplinas online, dentro dos limites legais, e oportunidades de mobilidade virtual.

Nos próximos dias, a instituição irá comunicar em detalhes o funcionamento do semestre 2022/01 para toda a comunidade universitária.

Ulbra

Desde o início da pandemia, a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) vem realizando o ensino híbrido, com aulas síncronas remotas para todos os componentes teóricos das disciplinas. As atividades práticas que exigem presencialidade também vêm sendo realizadas desde 2020, adaptadas aos protocolos de segurança. Esse modelo híbrido será mantido até o final do semestre vigente, que se encerra em 21 de dezembro de 2021. 

Para o primeiro semestre de 2022, que terá início em 3 de março, a universidade afirma que já vem realizando planejamentos quanto aos diferentes cenários possíveis, seja de um retorno total ou parcial. Esta decisão será viabilizada pelos decretos e pelas orientações dos órgãos públicos, nos âmbitos federal, estadual e municipal, bem como pelo cumprimento dos pareceres do Ministério da Educação (MEC) e do Conselho Nacional de Educação (CNE).

Unisinos

A Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) se prepara para receber a comunidade acadêmica no próximo ano. Além da plena retomada de aulas e eventos presenciais, a universidade manterá possibilidades para que os alunos possam acompanhar atividades de forma remota, mantendo, portanto, uma parte de suas atividades nas modalidades a distância e híbrida, em 2022.

Unisc

O ensino na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) permanece híbrido até o final do ano. A universidade retornará à presencialidade das atividades de ensino e aprendizagem, em sua totalidade, a partir do mês de janeiro de 2022 (incluindo as disciplinas do período de férias).

UniRitter

Na UniRitter, a retomada está ocorrendo em etapas, de forma gradativa. À medida que os índices estão melhorando, a presencialidade vem sendo ampliada para mais unidades curriculares, disciplinas e áreas de conhecimento, mas ainda não atingiu a sua totalidade. 

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) - pública

No primeiro semestre deste ano, a Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) liberou de forma gradual componentes teóricos e práticos para os alunos formandos. Atualmente, no segundo semestre, foram liberadas disciplinas teórico-práticas e estágios presenciais para toda a universidade. As disciplinas teóricas, porém, permanecem de forma remota.

Para 2022, existe um planejamento para o retorno presencial, utilizando-se de metodologias que permitam práticas híbridas, com uso de plataformas de conferência e aulas presenciais. Os estágios obrigatórios e as formaturas ocorrerão de forma presencial para toda a universidade. Segundo a instituição, estão sendo elaboradas regras de distanciamento e medidas sanitárias de acordo com a legislação vigente no estado.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros