Depois de mais uma enxurrada moradores do Sarandi queimam pneus e bloqueiam rua - Notícias

Versão mobile

 
 

Drama urbano06/12/2021 | 12h34Atualizada em 06/12/2021 | 12h55

Depois de mais uma enxurrada moradores do Sarandi queimam pneus e bloqueiam rua

Região da zona norte da Capital sofre com recorrentes alagamentos; o mais recente foi nesta madrugada de segunda-feira

Depois de mais uma enxurrada moradores do Sarandi queimam pneus e bloqueiam rua Tiago Bitencourt / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Tiago Bitencourt / Agencia RBS / Agencia RBS

Após mais um episódio de chuva forte e alagamento na madrugada e amanhecer desta segunda-feira, moradores das proximidades do Arroio Sarandi, na zona norte de Porto Alegre, realizaram um protesto na manhã desta segunda-feira (6). Eles queimaram galhos de árvores, pedaços de madeira e pneus e bloquearam a Rua Zeferino Dias com a Avenida Sarandi.

Por volta das 11h, a água já havia baixado, no entanto o barulho mais ouvido era de vassouras varrendo o barro das calçadas e de dentro de estabelecimentos comerciais. O seu Arno Santana, 57 anos, proprietário do Motel Stalion, diz que desde 2001, quando o estabelecimento abriu, a situação é a mesma.

— A gente paga imposto e nada é feito. Hoje foi um dos piores dias. Água subiu uns três metros e molhou carros no estacionamento.

Ele afirma que o protesto só acabará quando algum responsável da prefeitura esteja no local. Equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), com caminhão e escavadeira estavam fazendo a limpeza no local. Agentes da Guarda Municipal e policiais da Brigada Militar também monitoram a situação.

O mecânico Volmir da Silva Araújo, 63 anos, tem uma oficina desde 1995 é que a situação é sempre a mesma. Hoje, por pouco ele não perde o cachorro de estimação.

— O Laion fica preso no andar de baixo e a água entrou muito rápido. Só ouvi os latidos e encontrei ele uns 20 metros distante somente com a cabeça pra fora da água. 

A prefeitura de Porto Alegre, através do Dmae, disse por nota que o arroio passou por obras em 2018,  mas que é necessário que a população não lance lixo no local. Estão previstos serviços de dragagem para o início do ano que vem e são feitos estudos de obras.

Leia o que diz o Dmae, em nota:

"O alto volume de chuva agrava pontos históricos de alagamentos na cidade, como o Arroio Passo das Pedras, conhecido como Sarandi, que transborda na avenida de mesmo nome. O local já passou por obras em 2018, na tentativa de minimizar estes problemas, mas faz-se necessária a colaboração da população ao não lançar lixo e entulho na calha do arroio. 

Em locais onde normalmente ocorre o transbordamento, há uma ponte sobre o arroio na rua Zeferino Dias, antes da Av. Assis Brasil, que causa estreitamento e falta de capacidade de escoamento, impedindo o fluxo normal das águas da chuva. 

O Dmae está finalizando os processos de contratação para realização de serviços de dragagem de arroios em todas as regiões de Porto Alegre. Assim, no bairro Sarandi, as ações estão previstas para ocorrerem no início de 2022. Também está estudando a necessidade de obras para diminuir os impactos das chuvas nesta região."

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros