Suja, vandalizada e insegura, escadaria da Conceição deve passar por revitalização e receber shows - Notícias

Versão mobile

 
 

Aniversário da Capital07/12/2021 | 22h15Atualizada em 07/12/2021 | 22h15

Suja, vandalizada e insegura, escadaria da Conceição deve passar por revitalização e receber shows

Prefeitura pretende repaginar o espaço até março, quando Porto Alegre completa 250 anos

Suja, vandalizada e insegura, escadaria da Conceição deve passar por revitalização e receber shows Ronaldo Bernardi / Agencia RBS/Agencia RBS
Prédios nos entornos têm paredes pichadas Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS / Agencia RBS
Jéssica Rebeca Weber
Jéssica Rebeca Weber

jessica.weber@zerohora.com.br

Hoje um local sujo, vandalizado e inseguro, a escadaria do Viaduto da Conceição pode ganhar cara nova no começo de 2022. Até o aniversário de 250 anos de Porto Alegre, em 26 de março, a prefeitura da Capital planeja revitalizar os degraus que ligam o Centro e a Avenida Independência, sobre o túnel, ao lado do Hospital Beneficência Portuguesa. 

A ideia que nasceu na Secretaria de Mobilidade Urbana  inclui o conserto de buracos, a pintura da escadaria e do próprio viaduto, melhorias na iluminação e grafites. 

O objetivo é levar vida, cor e cultura para o espaço, que é amplo e pode acomodar um bom público. Com a parceria da BS Project, está prevista a realização do projeto Grafite Sinfônico ali. Fundador e sócio do hub de inovação, Wayner Bechelli explica que o evento terá apresentações de orquestras de projetos sociais ao mesmo tempo em que artistas urbanos locais pintam suas obras nas paredes:

— A gente quis ampliar a conversa entre esses movimentos tão diferentes, que são a música clássica, inacessível a muita gente, muitas vezes reclusa ao interior do teatro, e o grafite, essa arte que vem transformando cidades no mundo inteiro. 

A proposta da Secretaria de Mobilidade Urbana inclui criação de espaços de permanência, com bancos que se valem do desnível, e QR Codes no chão, com informações sobre a cidade. Nas empenas (paredes sem janelas) dos edifícios ao redor, a pasta identificou potencial para projeção de imagens à noite. 

Segundo o secretário extraordinário dos 250 Anos de Porto Alegre, Rogério Beidacki, ainda não há data para o começo das melhorias — ele estima que vão iniciar e terminar no primeiro trimestre do ano. Beidacki explica ainda que vários órgãos da prefeitura serão mobilizados para a limpeza, a iluminação e outros detalhes importantes, mas ainda é necessário conquistar mais empresas, entidades ou pessoas parceiras para que o projeto saia como o planejado. 

— A comunidade pode participar, quanto mais pessoas quiserem se somar, melhor: são todos bem-vindos — convida.

As inspirações para a área vêm da cidade mesmo, incluindo a escadaria da Rua João Manoel, no Centro, e uma no Jardim Carvalho, revitalizadas por moradores em 2017 e 2018, e a 24 de Maio, ligação entre o Centro Histórico e a Cidade Baixa transformada por uma artista há 10 anos.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros