Alberi Neto: "Calor para dar e vender" - Notícias

Versão mobile

 
 

Direto da Redação12/01/2022 | 08h00Atualizada em 12/01/2022 | 08h00

Alberi Neto: "Calor para dar e vender"

Jornalistas do Diário Gaúcho opinam sobre temas do cotidiano

Alberi Neto: "Calor para dar e vender" Agência RBS / Agência RBS/Agência RBS
Direto da Redação Foto: Agência RBS / Agência RBS / Agência RBS

Gente, que semana, né? Estou assustado com as notícias (e olha que jornalista não assusta com qualquer notícia) mais recentes sobre o calor que esta semana nos reserva. Uma onda de termômetros elevados que deve ficar na história, com temperaturas que podem ultrapassar com facilidade os 40 e poucos graus bem pertinho de nós, na Argentina. Por aqui, a expectativa (ou o pavor, para quem detesta calorão assim como eu), é de que o inferno se instaure entre quinta e sexta-feira.

Para nossa sorte, o Papa Francisco até pode ser argentino, mas Deus, este é gaúcho. Então, no Rio Grande do Sul, será levemente menos intenso o calor. Previsões do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) falam em máximas de 39°C, exceto nas cidades de fronteira com Argentina e Uruguai, onde será mais quente. E com um característico vento norte quente que deve soprar nestes dias, a famigerada sensação térmica ficará alguns graus acima do que os termômetros irão mostrar. Ainda assim, não estaremos em tão maus lençóis quanto nossos vizinhos cisplatinos. 

Confira outras colunas Direto da Redação

Acima da média

Desde ontem, espera-se que as temperaturas fiquem 5ºC acima da média por um período de três a cinco dias, conforme um aviso de perigo do Inmet enviado para 246 municípios. Em Porto Alegre, o “sextou” deve ser o dia mais quente da semana, com estimados 37ºC. Para nossa sorte, distante da marca recorde, que é do dia 16 de fevereiro de 2016, quando a Capital sofreu com 40,6ºC. Aqui em casa, não vai dar para fugir para o Litoral Norte neste final de semana. Então, muita água no congelador, ventiladores à toda velocidade e torcer por uma brisa refrescante.

O desejo é que quem possa curtir a praia, aproveite. E para quem vai ficar na Capital, muita atenção. Exposição ao sol só com muito protetor solar, mas a dica da Defesa Civil de Porto Alegre é proteger-se do astro-rei nestes dias de calor intenso. Água, por óbvio, não pode faltar. E, se possível, refeições devem ser leves. 

Vamos nessa, e que esse calorão passe logo!


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros