Calorão, chuva, congestionamento e longas filas marcam o retorno do Litoral no feriado de Ano-Novo - Notícias

Versão mobile

 
 

Volta da praia03/01/2022 | 08h47Atualizada em 03/01/2022 | 08h48

Calorão, chuva, congestionamento e longas filas marcam o retorno do Litoral no feriado de Ano-Novo

Pelo menos um acidente com morte foi registrado no início da noite deste domingo, na Rota do Sol

Calorão, chuva, congestionamento e longas filas marcam o retorno do Litoral no feriado de Ano-Novo Marco Favero / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Marco Favero / Agencia RBS / Agencia RBS
GZH
GZH

Atenção, paciência e muita água para enfrentar o calorão. Estes foram os ingredientes necessários para o retorno dos veranistas que aproveitaram o feriado de Ano-Novo no Litoral. Os motoristas que pegaram a estrada neste domingo (2) em direção à Capital e Região Metropolitana enfrentaram chuva, congestionamento e longas filas.

Já no final da manhã, diversos pontos de engarrafamento se formaram nas principais rodovias federais e estaduais. Por volta das 11h, já havia focos de congestionamento na Estrada do Mar, entre Arroio do Sal e Osório. A ERS-030, próximo à freeway e na saída de Tramandaí também teve lentidão durante toda a manhã, seguindo até a noite.

A pior situação foi registrada na Rota do Sol. Às 13h, eram 10 quilômetros de lentidão, devido a dois acidentes no trecho de ligação para a BR-101. Reflexos chegam à cidade de Itati, no pé da Serra. Um motociclista ficou ferido em uma colisão e outro veículo pegou fogo, na outra ocorrência. 

Por volta das 13h30min, a CCR Via Sul, empresa que administra a freeway, liberou o uso do acostamento na rodovia. A velocidade máxima permitida para quem aderiu ao uso do trecho era de 70km/h. O uso do acostamento foi suspenso pouco depois das 16h. 

Para deixar Capão da Canoa pela RS-407, a reportagem de GZH levou quase uma hora, percorrendo menos de cinco quilômetros. Uma opção é utilizar a Avenida Paraguassu até a Estrada do Mar, evitando a rodovia. 

As imediações da praça de pedágio da ERS-040 mantiveram-se com movimento tranquilo ao longo de boa parte da tarde, sem acidentes ou congestionamentos. 

Na freeway, o ponto com maior movimento foi registrado em Santo Antônio da Patrulha, com 90% da capacidade no pedágio. Em Gravataí, o fluxo da freeway se manteve reduzido e sem congestionamento, apesar do céu de nuvens carregadas. 

Por volta das 16h, o movimento intensificou-se na RS-030, em Osório, e na Rota do Sol, de Terra de Areia a Itati. O trecho da Rota do Sol entre a BR-101 até a Estrada do Mar registrou muita lentidão. 

Por volta das 17h, o tráfego ficou mais intenso próximo ao km 40 da ERS-040, com alguns pontos de lentidão. Um acidente envolvendo três veículos e uma motocicleta no km 53 da ERS-040, no sentido Litoral Norte-Capital, provocou lentidão na rodovia. Por volta das 17h40min, veículos seguiam no acostamento. Conforme o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), somente o motociclista se feriu e às 19h10min o trânsito já estava liberado no trecho. 

O final da tarde seguiu com vários pontos de lentidão até o pedágio da ERS-040, onde alguns veículos realizaram ultrapassagens para seguir mais rápido.  Por volta das 18h30min, um engavetamento envolvendo seis carros foi registrado na Estrada do Mar, sentido Torres-Osório, em Capão da Canoa, perto do Parque Náutico, um pouco antes de chegar na RS-407, provocando lentidão no local.  

Às 19h20min, a CCR Via Sul registrou pelo menos quatro pontos com lentidão na freeway. Às 19h24min, o CRBM registrou um acidente com morte, envolvendo dois veículos no km 32 da ERS-486, na Rota do Sol, em Itati. O trânsito foi desviado. Além do Comando Rodoviário, Samu e Corpo de Bombeiros Militar também compareceram no local para atender a ocorrência.

De acordo com o CRBM, até as 23h24min, aproximadamente 98 mil veículos já haviam se deslocado do Litoral Norte pelas ERS 030, 486 (Rota do Sol), 040, 389 e 407.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros