Dmae leva caminhões-pipa a moradores da zona leste de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Falta de água26/01/2022 | 15h16Atualizada em 26/01/2022 | 15h17

Dmae leva caminhões-pipa a moradores da zona leste de Porto Alegre

Alguns locais da região têm enfrentado problemas no abastecimento, em meio ao forte calor que atinge a cidade

Dmae leva caminhões-pipa a moradores da zona leste de Porto Alegre Dmae / Divulgação/Divulgação
Caminhões-pipa do Dmae abastecem moradores na Zona Leste Foto: Dmae / Divulgação / Divulgação

Em uma semana de temperaturas extremas, moradores da zona leste de Porto Alegre têm enfrentado problemas no abastecimento de água. Na manhã desta quarta-feira (26), o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) está levando caminhões-pipa a locais da região para complementar o acesso ao serviço. 

Os caminhões estão em locais considerados os mais afetados pela subprefeitura: são as ruas Travessa Santa Tereza (São José) e Rua Assembleia (São José/Morro da Cruz). Na Rua Encantadora (Vila dos Sargentos), não houve necessidade de uso do serviço pois o abastecimento já foi normalizado. 

Nos últimos 10 dias, mais de 20 atendimentos por caminhões-pipa foram realizados na região, e a situação é de instabilidade nos bombeamentos. 

Conforme o Dmae, a Estação de Bombeamento de Água Tratada (Ebat) Cristiano Fischer passou por conserto emergencial na tarde de terça-feira (25). Por volta das 2h desta quarta, o sistema voltou a funcionar. O restante das estações, no entanto, está sendo religado lenta e gradualmente à medida em que os reservatórios enchem. 

A situação afeta principalmente as localidades Coronel Aparício Borges, Menina Alvira, Agronomia, Vila dos Sargentos, parte do Partenon, São José, São José Comunitária, Morro da Cruz e outras comunidades do entorno. A previsão é de que os níveis de água sejam recuperados ao longo do dia e de que o abastecimento seja completamente normalizado até a noite.

Problema recorrente 

Desde o início do mês, equipes técnicas do Dmae trabalham diariamente para minimizar o impacto gerado por quedas de energia, superaquecimento nas estações de bombeamento e baixo nível dos reservatórios, causado pelo alto consumo e calor extremo. Segundo o departamento, as paradas emergenciais de estações têm sido mais frequentes em janeiro do que nos últimos verões. 

A Ebat Cristiano Fischer tem apresentado problemas e recebe acompanhamento operacional diário e presencial. Conforme o Dmae, quando os motores ou parte deles param, há menor bombeamento de água, e os reservatórios demoram mais para encher, fazendo com que o tempo de recuperação do sistema de abastecimento seja maior. 

O departamento afirma que a zona mais afetada é formada por moradias construídas sem planejamento urbano e infraestrutura, localizadas acima do nível dos reservatórios instalados.

Viamão 

Além dos relatos de falta de água na zona leste de Porto Alegre, GZH recebeu mensagens de moradores de Viamão alertando para desabastecimento no bairro Santa Isabel e no Residencial Três Figueiras no início da manhã. 

No primeiro caso, a Corsan informou que problemas em uma estação de bombeamento causaram falta de água em parte do bairro Santa Isabel, no Jardim Universitário, Campos da Colina e Monte Castelo na terça-feira. O conserto foi feito, e a normalização ocorreu entre a tarde e a noite de terça-feira — no momento, não há clientes desabastecidos, segundo a companhia. 

Já no Residencial Três Figueiras, o baixo nível no reservatório que abastece a região causou desabastecimento na segunda-feira à noite, que foi normalizado na madrugada seguinte. No entanto, problemas na estação de bombeamento voltaram a causar falta de água na manhã de terça. Foram feitas manobras na rede, e o serviço foi totalmente normalizado na manhã desta quarta-feira. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros