Erro em armazenamento de doses resulta em perda de 27 mil vacinas contra a covid-19 no Litoral Norte - Notícias

Versão mobile

 
 

Lote da Pfizer13/01/2022 | 08h40Atualizada em 13/01/2022 | 08h40

Erro em armazenamento de doses resulta em perda de 27 mil vacinas contra a covid-19 no Litoral Norte

Imunizantes seriam aplicados em postos de saúde de toda a região

Erro em armazenamento de doses resulta em perda de 27 mil vacinas contra a covid-19 no Litoral Norte Antonio Valiente / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS / Agencia RBS

Uma carga com 27 mil doses de vacinas contra a covid-19, recebida na terça-feira (11), foi completamente inutilizada devido um erro no transporte dos imunizantes de Porto Alegre a Osório. As vacinas da farmacêutica Pfizer, destinadas para segunda dose e aplicação de reforço, não estavam acondicionadas na temperatura ideal, entre 2ºC e 8ºC.

As vacinas seriam destinadas aos 23 municípios do Litoral Norte e saíram do Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi) da Secretaria da Saúde (SES), em Porto Alegre, em direção à 18ª Coordenadoria Regional de Saúde, em Osório. Os imunizantes foram colocados em caixas transportadoras, mas as peças de uma espécie de gelo artificial reutilizável que foram utilizadas estavam em temperatura ambiente.

— Houve um desvio da temperatura da recomendada desde o centro de distribuição até a coordenadoria em Osório. Devolvemos a carga ontem mesmo (terça) e conseguimos contornar a situação, com a chegada de novas doses e distribuição às prefeituras — disse a coordenadoria da 18ª Região, Janete Teixeira.

A carga foi devolvida para avaliação do problema e uma nova foi encaminhada para Osório. Os imunizantes chegaram na manhã desta quarta-feira (12), mas as prefeituras de Imbé, Balneário Pinhal e Tramandaí chegaram a suspender as aplicações nessa data. O serviço deverá ser normalizado nesta quinta-feira (13). 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros